Exportar registro bibliográfico

Influência da origem e do pré-tratamento do inóculo na produção de hidrogênio a partir de águas residuárias em biorreatores anaeróbios (2012)

  • Authors:
  • Autor USP: PENTEADO, EDUARDO DELLOSSO - EESC
  • Unidade: EESC
  • Sigla do Departamento: SHS
  • Subjects: DIGESTÃO ANAERÓBIA; HIDROGÊNIO; BIOENERGÉTICA; INOCULAÇÃO; ÁCIDOS; TRATAMENTO DE ÁGUAS RESIDUÁRIAS
  • Language: Português
  • Abstract: Esse trabalho investigou a influência de diferentes origens e pré-tratamentos do inóculo na produção de biohidrogênio em reatores anaeróbios de leito fixo e fluxo ascendente. Aparas de polietileno de baixa densidade foram usadas como material suporte para fixação da biomassa e os reatores foram operados com 2 h de tempo de detenção hidráulica (TDH) e a 25°C, alimentados com efluente sintético a base de sacarose. Duas fontes de inóculo foram estudadas: lodo anaeróbio de reator UASB aplicado ao tratamento de água residuária de abatedouro de aves (D) e lodo anaeróbio de reator UASB aplicado ao tratamento de água residuária de suinocultura (S); além da autofermentação (A), quando não há nenhum inóculo no reator. Além disso, dois tipos de pré-tratamento - térmico (T) e ácido (A) - foram avaliados. Os rendimentos de hidrogênio foram de 2,1, 2,0, 2,0, 1,0, 1,0, 0,7, 0,7 mol 'H IND.2'/mol sacarose quando os reatores foram inoculados com A, DT, DA, D, SA, ST e S, respectivamente. Nessa nomenclatura, a primeira letra se refere à origem do inóculo e a segunda, ao pré-tratamento. Embora hidrogênio (20-78%) e dióxido de carbono (21-55%) tenham sido os principais produtos no biogás, metano foi detectado nos reatores inoculados com D, DA, S, ST e SA no início e no final da operação. A produção volumétrica máxima de hidrogênio (61,6 mL 'H IND.2'/h.L) foi obtida quando DA foi usado com inóculo. Porém, o menor valor (15,1 mL 'H IND.2'/h.L) foi observado usando o inóculo S. Quando o reator não foi inoculado (A), a produção volumétrica de hidrogênio foi 47,3 mL 'H IND.2'/h.L. Etanol, ácido butírico e acético foram os principais produtos metabólicos detectados na fase líquida. Em resumo, os resultados demonstraram que há influência da origem e do pré-tratamento do inóculo em todos os parâmetros analisados.lnóculos sem pré-tratamento resultaram em menor rendimento de hidrogênio do que os observados nos experimentos com inóculos pré-tratados devido a seleção das bactérias produtoras de hidrogênio (BPH). Ademais, embora o pré-tratamento térmico tenha gerado os maiores valores de rendimento, o pré-tratamento ácido resultou em uma operação mais estável com os maiores valores médios. A autofermentação teve desempenho semelhante aos DT e DA e pode ser uma alternativa para a produção biológica de hidrogênio, pois seleciona as BPH naturalmente
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.03.2012
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PENTEADO, Eduardo Dellosso; ZAIAT, Marcelo. Influência da origem e do pré-tratamento do inóculo na produção de hidrogênio a partir de águas residuárias em biorreatores anaeróbios. 2012.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-30052012-082925/pt-br.php >.
    • APA

      Penteado, E. D., & Zaiat, M. (2012). Influência da origem e do pré-tratamento do inóculo na produção de hidrogênio a partir de águas residuárias em biorreatores anaeróbios. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-30052012-082925/pt-br.php
    • NLM

      Penteado ED, Zaiat M. Influência da origem e do pré-tratamento do inóculo na produção de hidrogênio a partir de águas residuárias em biorreatores anaeróbios [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-30052012-082925/pt-br.php
    • Vancouver

      Penteado ED, Zaiat M. Influência da origem e do pré-tratamento do inóculo na produção de hidrogênio a partir de águas residuárias em biorreatores anaeróbios [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-30052012-082925/pt-br.php


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020