Exportar registro bibliográfico

Produção e caracterização de linhagens transgênicas para o estudo funcional de jazigo durante o desenvolvimento de Drosophila (2011)

  • Authors:
  • Autor USP: ARAUJO, LUCAS ANHEZINI DE - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RBP
  • Subjects: DROSOPHILA; RNA; GENÉTICA DO DESENVOLVIMENTO
  • Language: Português
  • Abstract: Durante o desenvolvimento dos metazoários hormônios asteróides regulam fenômenos tão distintos quanto diferenciação e morte celular. Na metamorfose de Drosophila, dois pulsos seqüenciais do hormônio esteróide 20-hidroxiecdisona (20E) disparam respostas estágio e tecido especificas fundamentais para o desenvolvimento do inseto. O primeiro pulso estimula a glândula salivar larval a produzir os polipeptideos "glue" e dispara a morte celular do intestino médio larval. O segundo pulso dispara a morte celular programada (MCP) da glândula salivar larval e a diferenciação de vários tecidos. Vários genes de resposta inicial à ecdisona, tais como: ‘beta’FTZ-F1, BR-C, E74A e E93 são essenciais para a ativação dos genes de morte celular como reaper (rpr) e head involution defectivo (hid). As similaridades observadas entre a MCP em insetos e humanos e o conjunto de ferramentas genéticas disponíveis em Drosophila fazem com que esse inseto seja um modelo ideal para a identificação de novos genes. Em um "screen" genético prévio, foi identificado uma mutação (inserção de elemento-P) que afeta a MCP da glândula salivar larval durante o desenvolvimento de Drosophila. Os indivíduos homozigotos para a inserção do elemento-P apresentam glândulas salivares persistentes. O gene mutado pela inserção do elemento-P foi nomeado Jazigo (faz) e codifica uma proteína que compartilha alta homologia com as proteínas forminas, as quais têm sido implicadas no remodelamento do citoesqueleto de actina em diferentes processos biológicos. Jazigo é induzido pelo segundo pulso de ecdisona conjuntamente com outros genes de morte celular. Com base no fenótipo mutante jazigo, na importância biológica de forminas e na regulação desse processo por ecdisona, neste trabalho foram construídas e caracterizadas linhagens transgênicas tanto para o knockdown in vivo de jazigo quanto para a sua expressão ectópica. Análises dosníveis de transcrito por PCR em tempo real mostraram que as linhagens produzidas são efetivas no silenciamento do gene em diferentes contextos e tecidos durante o desenvolvimento, bem como reproduziram o fenótipo de glândulas salivares persistentes. Similarmente aos mutantes já caracterizados de jazigo, o silenciamento promoveu alterações no citoesqueleto de actina das glandulas salivares persistentes. Três linhagens transgênicas produzidas para a expressão ectópica do mRNA jazigo inteiro, ou deletado dos domínios FH2 e GBD mostraram efetiva indução do transgene pelo sistema UAS-GAL4. Geramos ainda linhagens em que o locus jazigo foi deletado pela utilização de transposons que flanqueiam a região genômica. A combinação dessas linhagens (background nulo para jazigo) com as construções de super-expressão contendo deleções é uma análise essencial para avaliação da função de jazigo como uma formina durante o desenvolvimento. Algumas análises funcionais foram realizadas utilizando "drivers" de expressão no olho em desenvolvimento e em células miogênicas durante a embriogênese. O silenciamento da expressão de jazigo no olho resultou em alterações fenotípicas evidentes como: cerdas duplicadas, omatidias fusionadas e com formato aberrante. Já o silenciamento de jazigo nas células da linhagem miogênica durante a embriogênese gerou letalidade embrionária. A análise do citoesqueleto de actina dos embriões afetados demonstrou severas alterações da distribuição de actina filamentosa. O envolvimento de jazigo no desenvolvimento ocular e na miogênese sugerem novas funções de jazigo durante o desenvolvimento, porém, todas essas possíveis funções devem ser confirmadas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.12.2011

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ARAUJO, Lucas; RAMOS, Ricardo Guielerman Pinheiro. Produção e caracterização de linhagens transgênicas para o estudo funcional de jazigo durante o desenvolvimento de Drosophila. 2011.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2011.
    • APA

      Araujo, L., & Ramos, R. G. P. (2011). Produção e caracterização de linhagens transgênicas para o estudo funcional de jazigo durante o desenvolvimento de Drosophila. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Araujo L, Ramos RGP. Produção e caracterização de linhagens transgênicas para o estudo funcional de jazigo durante o desenvolvimento de Drosophila. 2011 ;
    • Vancouver

      Araujo L, Ramos RGP. Produção e caracterização de linhagens transgênicas para o estudo funcional de jazigo durante o desenvolvimento de Drosophila. 2011 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020