Exportar registro bibliográfico

Considerações taxonômicas em Ardeidae (Aves), com base na osteologia (2012)

  • Authors:
  • Autor USP: SILVA, DIANA DA - IB
  • Unidade: IB
  • Sigla do Departamento: BIZ
  • Subjects: ZOOLOGIA (CLASSIFICAÇÃO); AVES (CLASSIFICAÇÃO)
  • Keywords: Ardeidae; Ardeidae; Osteologia; Osteology; Taxonomic; Taxonômica
  • Language: Português
  • Abstract: As garças e os socós, aves da família Ardeidae, são pernaltas com tamanho médio ou grande, possuem hábitos solitários ou gregários e estão distribuídas por todos os continentes exceto a Antártica. Tradicionalmente, a família é colocada dentro da ordem Ciconiiformes, juntamente com Scopidae (ave-cabeça-de-martelo), Threskiornithidae (íbis), Balaenicipitidae (bico-de-sapato) e Ciconiidae (cegonhas). Entretanto, vários autores propõem a separação das garças e socós em ordem à parte, no caso, Ardeiformes. Outro problema relacionado à taxonomia da família Ardeidae refere-se à divergência dos autores quanto à validade ou à abrangência de alguns gêneros. O presente estudo tem como objetivo novos exames morfológicos, especialmente do esqueleto, visando a obtenção de dados que possam prover soluções para a taxonomia dessa família. Foram utilizados 66 esqueletos completos de Ardeidae, representando 22 espécies distribuídas em 13 gêneros. Os dados indicam que Syrigma sibilatrix e Pilherodius pileatus possuem caracteres suficientes para serem mantidas em gêneros monotípicos, dentro da subfamília Ardeinae. Egretta Alba possui caracteres que suportam a sua inclusão no gênero Ardea, como Ardea Alba. Os gêneros Butorides e Bubulcus também possuem características suficientes que são válidas e monotípicas. Em relação a Cochlearius fica claro ser um autêntico ardeídeo, embora possua estrutura singular no crânio, e deve ser tratado como uma garça noturna (Nycticoracinae). O gênero Nyctanassa éoutro gênero válido, pois Nyctanassa violacea difere de Nycticorax por importantes detalhes osteológicos. A classificação de Martinez-Villalta & Motis (1992) é mais coerente com os resultados obtidos, apesar de algumas discordâncias, na qual a família é dividida em quatro subfamílias: Ardeinae, Nycticoracinae, Tigrisomatinae e Botaurinae
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.01.2012
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA, Diana da; HÖFLING, Elizabeth. Considerações taxonômicas em Ardeidae (Aves), com base na osteologia. 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41133/tde-24042012-090032/ >.
    • APA

      Silva, D. da, & Höfling, E. (2012). Considerações taxonômicas em Ardeidae (Aves), com base na osteologia. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41133/tde-24042012-090032/
    • NLM

      Silva D da, Höfling E. Considerações taxonômicas em Ardeidae (Aves), com base na osteologia [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41133/tde-24042012-090032/
    • Vancouver

      Silva D da, Höfling E. Considerações taxonômicas em Ardeidae (Aves), com base na osteologia [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41133/tde-24042012-090032/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020