Exportar registro bibliográfico

Internações sensíveis à atenção primária: limites e possibilidades da lista brasileira de diagnósticos (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated author: REHEM, TANIA CRISTINA MORAIS SANTA BARBARA - INTER - ENFERMA
  • School: INTER - ENFERMA
  • Subjects: ATENÇÃO À SAÚDE (AVALIAÇÃO); ASSISTÊNCIA À SAÚDE (AVALIAÇÃO); ESTUDOS DE VALIDAÇÃO; HOSPITALIZAÇÃO; PESQUISA QUANTITATIVA; PESQUISA QUALITATIVA
  • Keywords: Assessment; Atenção Primária; Avaliação; Primary Care; Public Health. Hospitalization; Saúde Pública; Validação; Validation
  • Language: Português
  • Abstract: Pesquisa que utiliza métodos quantitativos e qualitativos em três diferentes estudos: ecológico exploratório, validação e qualitativo, visando analisar e compreender limites e possibilidades da Lista Brasileira de Internações por Condições Sensíveis à Atenção Primária (ICSAP) para avaliar a Atenção Primária à Saúde (APS). Este estudo foi desenvolvido na microrregião de saúde de Cidade Ademar, no município de São Paulo/SP. No estudo ecológico exploratório, foi descrito o perfil das ICSAP e NÃO ICSAP, ocorridas no Hospital Geral de Pedreira (HGP), no período entre 2006 a 2008. Foi utilizado o Sistema de Informações Hospitalares do Sistema Único de Saúde (SIH/SUS) e os dados para elaboração do perfil das ICSAP foram obtidos na Lista Brasileira de ICSAP. Foram utilizados o aplicativo Tabwin, versão 3.5v, e o software Epi-Info 6.0 (v. DOS). No estudo de validação, foram estimados sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo (VPP) e valor preditivo negativo (VPN) do SIH/SUS para o registro adequado de ICSAP, tendo-se o prontuário do HGP como padrão ouro. A amostragem baseou-se em população de 10.616 prontuários e teve como parâmetros: p = 0,50 para sensibilidade e especificidade; alfa de 5%; e erro amostral de 0,05. Foram selecionados 816 prontuários de forma aleatória simples, utilizando-se o software SPSS®. Na identificação de prontuários e do respectivo par no SIH-SUS, foram considerados o número da Autorização de Internação Hospitalar (AIH) e variáveis como sexo edata de nascimento. Foram estimadas sensibilidade, especificidade, VPP e VPN e calculados os respectivos intervalos de confiança (IC) 95%. No estudo qualitativo, buscou-se compreender as razões que determinam ou influenciam a ocorrência das ICSAP do ponto de vista de usuários e profissionais da APS que aceitaram participar da entrevista. Após a transcrição, esse material foi processado pelo programa Alceste. Nos resultados, foi observado que as ICSAP seguem tendência de redução, sendo pneumonias bacterianas o grupo pelo qual mais pessoas foram internadas no período maior frequência para a faixa etária 65 anos e sexo feminino. A validação estimou sensibilidade de 81,90% (IC 75,2% 88,6%) com uma especificidade de 95, 20% (IC 93,5% 96,9%), VPP de 77,60% (IC 70,50% 84,7%) e VPN de 96,30% (IC 94,8% 97,8%). Na fala dos usuários, observa-se que a APS não tem sido a porta preferencial de entrada do sistema, tanto pela dificuldade de acesso quanto pela falta de resolutividade dos problemas de saúde. Para os profissionais, a APS encontra dificuldades na referência, particularmente para realização de exames e consultas especializadas. Observa-se que o processo de trabalho é organizado, basicamente, em função do que o agente comunitário de saúde traz para as reuniões da equipe. Entre os limites para o uso da Lista Brasileira de ICSAP, ressalta-se a avaliação da APS desvinculada da avaliação do sistema local de saúde, a qualidade da informação e o papel dos determinantes sociais.O uso dessa lista aponta as fragilidades do sistema local de saúde e do processo de trabalho das equipes, as dificuldades de acesso, além de contribuir para a discussão da efetivação de princípios e diretrizes do SUS
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 22.11.2011
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      REHEM, Tania Cristina Morais Santa Barbara; EGRY, Emiko Yoshikawa; CIOSAK, Suely Itsuko Egry. Internações sensíveis à atenção primária: limites e possibilidades da lista brasileira de diagnósticos. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/83/83131/tde-27012012-124850/ >.
    • APA

      Rehem, T. C. M. S. B., Egry, E. Y., & Ciosak, S. I. E. (2011). Internações sensíveis à atenção primária: limites e possibilidades da lista brasileira de diagnósticos. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/83/83131/tde-27012012-124850/
    • NLM

      Rehem TCMSB, Egry EY, Ciosak SIE. Internações sensíveis à atenção primária: limites e possibilidades da lista brasileira de diagnósticos [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/83/83131/tde-27012012-124850/
    • Vancouver

      Rehem TCMSB, Egry EY, Ciosak SIE. Internações sensíveis à atenção primária: limites e possibilidades da lista brasileira de diagnósticos [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/83/83131/tde-27012012-124850/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020