Exportar registro bibliográfico

Reflexões acerca do museu virtual de arte e seu papel como mediador cultural (2011)

  • Authors:
  • Autor USP: RODRIGUES, BRUNO CÉSAR - ECA
  • Unidade: ECA
  • Subjects: MUSEUS DE ARTE; MUSEUS VIRTUAIS; MEDIAÇÃO CULTURAL
  • Language: Português
  • Abstract: Esta pesquisa, desenvolvida sob a metodologia do estudo exploratório, reflete sobre o museu de arte virtual e a mediação cultural. Dos diferentes processos que definem a Ciência da Informação, este trabalho tem seu foco maior na Recuperação da Informação. Este é o processo que pretende reduzir o tempo de pesquisa do usuário e trazer-lhe resultados mais satisfatórios. Para tanto, é importante definir o que é informação e o que é informação relevante para o mesmo. Por meio da literatura da área encontramos as principais discussões empreendidas que pretendem definir o termo. Nela percebemos haver certa dificuldade em se estabelecer o que seja informação. No entanto, o consenso maior concentra-se em defini-la como tangível e intangível, o que confunde muitas vezes documento e informação. Dentre as definições de informação apresentadas, adotamos \"information-as-thing\", \"information-as-process\" e \"information-as-knowledge\". Associamos a estas a noção de informação que se constitui por meio das interações sociais: o paradigma social da informação. A partir dessas definições, adentramos o campo dos museus de arte e aceitamos a obra de arte como objeto informativo, como documento plástico. Observamos as problemáticas com relação a definir o que é obra de arte e documento no contexto das artes contemporâneas. Elencamos o importante papel que a fotografia tem adquirido no campo artístico ao longo dos anos, seja como documento, seja como obra de arte. A fotografia enquantodocumento da obra de arte levanta discussões quanto à desmaterialização das obras de arte. Por sua vez, a desmaterialização apresenta questões que se relacionam ao virtual. Definido o termo virtual como aquilo que existe em potência, buscamos refletir o que vem a ser museu virtual. A nosso ver, museu virtual pode ser definido a partir da não presença da obra de arte, comumente ocorrido com as artes contemporâneas. Outro fator que observamos é quanto à mediação nos museus de arte, seja físico, seja virtual. Abordamos o importante papel das tecnologias da informação e do próprio museu como mediadores das artes visuais, pois definimos mediação como aquela que tem o papel de intermediária. Concluímos que as artes contemporâneas são virtuais na medida em que existem mesmo não presente e o museu é virtual enquanto aquele que reúne as imagens e os documentos das obras, sendo ele um importante mediador entre a arte e o público
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 14.10.2011
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      RODRIGUES, Bruno César; CRIPPA, Giulia. Reflexões acerca do museu virtual de arte e seu papel como mediador cultural. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27151/tde-14032013-095242/ >.
    • APA

      Rodrigues, B. C., & Crippa, G. (2011). Reflexões acerca do museu virtual de arte e seu papel como mediador cultural. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27151/tde-14032013-095242/
    • NLM

      Rodrigues BC, Crippa G. Reflexões acerca do museu virtual de arte e seu papel como mediador cultural [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27151/tde-14032013-095242/
    • Vancouver

      Rodrigues BC, Crippa G. Reflexões acerca do museu virtual de arte e seu papel como mediador cultural [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27151/tde-14032013-095242/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021