Exportar registro bibliográfico

Expectativas escolares e profissionais de adolescentes: um estudo sobre relações de gênero e percepção de autoeficácia acadêmica (2011)

  • Authors:
  • Autor USP: MARTINS, MÔNICA CAROLINA JURCA - FFCLRP
  • Unidade: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 594
  • Subjects: RENDIMENTO ESCOLAR; AUTOCONCEITO; RELAÇÕES DE GÊNERO
  • Language: Português
  • Abstract: A cultura, concomitantemente às características biológicas do homem, modelou normas de convivência, posturas sociais, formas de ser e pensar nas diversas sociedades existentes. Entre posturas, modos de ser, agir e pensar percebe-se uma clara distinção entre homens e mulheres. Distinção essa que não abrange somente o falo de nascer biologicamente homem ou mulher (sexo), mas, também, ser culturalmente homem ou mulher (gênero). As implicações e como essa diferença se apresenta na vida individual e em sociedade, nas instituições (especificamente na família e escola), são abordadas nesse trabalho. Dessa forma, o presente trabalho teve como objetivo compreender se os papéis de gênero possuem relações com as escolhas de meninos e meninas em situação escolar na condição de alunos, se suas expectativas se pautam em modelos de homem e mulher de sua sociedade quando planejam e projetam suas vidas. Objetivou também analisar se as projeções de vida futura dos meninos e meninas estão relacionadas à percepção de sua auto-eficácia acadêmica. A metodologia adotada foi descritiva e qualitativa. Os procedimentos de coleta de dados foram: dois roteiros para avaliação da autoeficácia acadêmica e uma redução. Os participantes foram alunos das ‘1 POT. a’s e ‘2 POT. a’s séries do ensino médio de escolas públicas e privadas. As questões referentes a projetos de escolaridade, de constituição familiar, pretensões acadêmicas e a relação do individuo com o trabalho, mostram que o planejamento do futuro depende principalmente do bom desempenho escolar, apresentado pelos participantes através da autoeficácia positiva, que parece ser, para eles, condição fundamental para a realização de planos e metas. A análise dos dados também mostra que as relações de gênero são permeadas por desigualdades seja na esfera pessoal ou social. As desigualdades de gênero estão presentes no discurso dos participantes,que reproduzem e se enquadram em relações desiguais, tanto meninos como meninas, sendo a diferença ainda um parâmetro para a desigualdade
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.12.2011

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MARTINS, Mônica Carolina Jurca; CIANFLONE, Ana Raquel Lucato. Expectativas escolares e profissionais de adolescentes: um estudo sobre relações de gênero e percepção de autoeficácia acadêmica. 2011.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2011.
    • APA

      Martins, M. C. J., & Cianflone, A. R. L. (2011). Expectativas escolares e profissionais de adolescentes: um estudo sobre relações de gênero e percepção de autoeficácia acadêmica. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Martins MCJ, Cianflone ARL. Expectativas escolares e profissionais de adolescentes: um estudo sobre relações de gênero e percepção de autoeficácia acadêmica. 2011 ;
    • Vancouver

      Martins MCJ, Cianflone ARL. Expectativas escolares e profissionais de adolescentes: um estudo sobre relações de gênero e percepção de autoeficácia acadêmica. 2011 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021