Exportar registro bibliográfico

Estudo da comunidade bacteriana endofítica cultivável associada aos manguezais de Cananéia e Bertioga SP (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CASTRO, RENATA ASSIS - CENA
  • Unidades: CENA
  • Subjects: BACTÉRIAS; CANA-DE-AÇÚCAR; ECOSSISTEMAS DE MANGUE; ENZIMAS; FIXAÇÃO DE NITROGÊNIO; FOSFATOS; HORMÔNIOS VEGETAIS; MICRORGANISMOS ENDOFÍTICOS
  • Language: Português
  • Abstract: Os manguezais são ecossistemas encontrados na transição entre os ambientes terrestre e marinho apresentando uma biodiversidade funcional única e conseqüentemente flora e fauna específica. Por se tratar de um ambiente inóspito e pouco explorado é de grande importância o estudo desta comunidade a fim de se obter isolado com potencial biotecnológico. Sabe-se que tecidos vegetais são habitados por microrganismos denominados endofíticos, cuja interação com a planta hospedeira pode conferir características vantajosas ao mesmo. Este trabalho teve como objetivo estudar a comunidade bacteriana endofítica cultivável de manguezais, além de determinar a produção enzimática e a utilização de isolados na promoção de crescimento vegetal. Para tanto, foram coletadas amostras de ramo das espécies vegetais Rhizophora mangle, Avicenia nitida, Laguncularia racemosa para o isolamento de bactérias endofíticas. Os locais e épocas amostrados foram manguezais do litoral paulista em Bertioga (local com e sem impacto ambiental) e em Cananéia (local considerado preservado) durante o verão e inverno de 2007 e 2008. Foi obtido grande número de isolados em todos os locais e épocas avaliados, porém a análise estatística não apresentou diferença significativa entre as variáveis avaliadas, com exceção da planta L. rancemosa no período do verão em Bertioga impactado a qual apresentou baixa freqüência. Dentre os isolados obtidos selecionou-se para estocagem aproximadamente 1000 isolados os quais foramsubmetidos a testes enzimáticos in vitro a fim de realizar uma triagem inicial. Destes, 75% apresentaram atividade para pelo menos uma das enzimas avaliadas. Selecionou-se então isolados com atividade enzimática para no mínimo três ou mais enzimas para testes mais específicos chegando a um número de 115 isolados. A identificação dos isolados foi realizada por seqüênciamento parcial do gene 16S rDNA. Dentre os isolados identificados, os gêneros mais freqüentes foram: Alcaligenes, Bacillus, Brevundimonas, Chryseobacterium, Curtobacterium, Enterobacter, Erythrobacter, Exiguobacterium, Novosphingobium, Ochrobactrum, Pantoea, Pseudomonas, Staphylococcus, Stenotrophomonas, Xanthomonas entre outros. Os resultados demonstraram que dos isolados avaliados: 69% são produtores de fosfatase, 69% de protease, 60% de endoglicanase, 58% de lípase, 43% de amilase e 21% de esterase. Além destes resultados, dos 115 isolados avaliados, 35% apresentou a capacidade de sintetizar AIA (ácido indol acético) e 45% a capacidade de fixar nitrogênio atmosférico. Os isolados com os melhores resultados quanto a fixação de nitrogênio e síntese de AIA foram inoculados em plântulas de cana-de-açúcar e monjoleiro. Os experimentos foram desenvolvidos em casa de vegetação e em viveiro respectivamente. As bactérias selecionadas não promoveram o crescimento de cana-de-açúcar, sendo inclusive observado um crescimento superior da testemunha em relação aos tratamentos com inoculação bacteriana. Já com monjoleirofoi observado que o isolado de Enterobacter sp. apresentou aumento na massa da matéria fresca e seca da parte aérea e da raiz. Assim, os dados apresentados demonstraram potencial de aplicação das bactérias endofíticas isoladas dos manguezais brasileiro, tanto na busca de novos compostos, como enzimas, para aplicação industrial, quanto no desenvolvimento de inoculantes visando a promoção de crescimento de espécies vegetais utilizadas na agricultura e reflorestamento
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.09.2011
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CASTRO, Renata Assis; AZEVEDO, João Lucio de. Estudo da comunidade bacteriana endofítica cultivável associada aos manguezais de Cananéia e Bertioga SP. 2011.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/64/64133/tde-22032012-145555/ >.
    • APA

      Castro, R. A., & Azevedo, J. L. de. (2011). Estudo da comunidade bacteriana endofítica cultivável associada aos manguezais de Cananéia e Bertioga SP. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/64/64133/tde-22032012-145555/
    • NLM

      Castro RA, Azevedo JL de. Estudo da comunidade bacteriana endofítica cultivável associada aos manguezais de Cananéia e Bertioga SP [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/64/64133/tde-22032012-145555/
    • Vancouver

      Castro RA, Azevedo JL de. Estudo da comunidade bacteriana endofítica cultivável associada aos manguezais de Cananéia e Bertioga SP [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/64/64133/tde-22032012-145555/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020