Exportar registro bibliográfico


Metrics:

Fatores associados à qualidade de vida relacionada à saúde de idosos residentes no município de São Paulo - Estudo SABE: Saúde, Bem-Estar e Envelhecimento (2011)

  • Authors:
  • Autor USP: RIBEIRO, KAREN TOKUHASHI - FSP
  • Unidade: FSP
  • Sigla do Departamento: HEP
  • DOI: 10.11606/T.6.2011.tde-20122011-114524
  • Subjects: QUALIDADE DE VIDA (FATORES); ATIVIDADES COTIDIANAS (AVALIAÇÃO;PERCEPÇÃO); SAÚDE DO IDOSO; ENVELHECIMENTO; AUTOPERCEPÇÃO; QUESTIONÁRIOS; REGRESSÃO LOGÍSTICA; ESTUDOS LONGITUDINAIS
  • Keywords: Estilo de Vida; Status Socioeconômico
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: O envelhecimento populacional, decorrente do aumento da expectativa de vida, foi, sem dúvida, uma importante conquista em nível global. Contudo, discute-se atualmente a necessidade premente de agregar qualidade aos anos de vida ganhos. Objetivo: Identificar fatores associados à Qualidade de Vida Relacionada à Saúde (QVRS) de idosos não institucionalizados do Município de São Paulo, em 2006. Método: Este estudo faz parte do Estudo Longitudinal SABE Saúde, Bem-Estar e Envelhecimento. Os dados foram coletados em 2006, de uma amostra representativa composta por 1.160 idosos (idade 60 anos) que responderam ao Short-Form 12 (SF-12), questionário genérico que avalia QVRS. As variáveis dependentes foram os Componentes Físico (PCS) e Mental (MCS) do SF-12 e as análises foram conduzidas separadamente segundo sexo. Buscou-se a associação com variáveis demográficas, socioeconômicas, estado de saúde, incapacidade funcional, estilo de vida e relacionamento social, utilizando o método de regressão logística múltipla. Resultados: Entre as idosas, estiveram associados a baixos escores no PCS: idade 80 anos, multimorbidade, internação, ter incontinência urinária, ter depressão, ter dificuldades para executar atividades instrumentais e básicas da vida diária (AIVD e ABVD) e não praticar atividades físicas. Baixos escores no PCS dos homens associaram-se a idade 80 anos, renda insuficiente, multimorbidade, tomar dois ou mais medicamentos,ter dificuldades para ABVD e não praticar atividades físicas. Baixos escores no MCS das mulheres estiveram associados a ser fumante, auto-percepção negativa de saúde geral e saúde bucal, ocorrência de queda no último ano e ter depressão. Baixos escores no MCS entre os homens idosos associaram-se à auto-percepção negativa de saúde, ter incontinência urinária e ter depressão. Homens mais velhos (idade 70 anos) apresentaram melhores escores no MCS em relação aos mais jovens (60-69 anos). Discussão: No PCS, as únicas variáveis coincidentes entre homens e mulheres foram idade, prática de atividades físicas, multimorbidade e dificuldade para ABVD; enquanto no MCS foram auto-percepção de saúde e depressão. A análise separada por sexo possibilitou a identificação de modelos distintos de determinantes da QVRS de idosos. Conclusão: Os fatores que se associaram significativamente ao PCS-SF12 de idosos de ambos os sexos foram: auto-percepção de saúde, multimorbidade, dificuldades para desempenhar ABVD e prática de atividades físicas. Enquanto suficiência de renda e número de medicamentos associaram-se apenas para o sexo masculino e internação, incontinência urinária, depressão e dificuldades para desempenhar AIVD, apenas para o sexo feminino. Ao MCS-SF12 de ambos os sexos associaram-se apenas auto-percepção de saúde e depressão; enquanto para o sexo masculino associaram-se também faixa etária e incontinência urinária. Já para as mulheres também apresentaram associação significativa o tabagismo, a auto-percepção de saúde bucal e quedas.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 07.12.2011
  • Acesso à fonteDOI
    Informações sobre o DOI: 10.11606/T.6.2011.tde-20122011-114524 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de acesso aberto
    • Este artigo é de acesso aberto
    • URL de acesso aberto
    • Cor do Acesso Aberto: gold
    • Licença: cc-by-nc-sa

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      RIBEIRO, Karen Tokuhashi; GOTLIEB, Sabina Lea Davidson. Fatores associados à qualidade de vida relacionada à saúde de idosos residentes no município de São Paulo - Estudo SABE: Saúde, Bem-Estar e Envelhecimento. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < https://doi.org/10.11606/T.6.2011.tde-20122011-114524 > DOI: 10.11606/T.6.2011.tde-20122011-114524.
    • APA

      Ribeiro, K. T., & Gotlieb, S. L. D. (2011). Fatores associados à qualidade de vida relacionada à saúde de idosos residentes no município de São Paulo - Estudo SABE: Saúde, Bem-Estar e Envelhecimento. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de https://doi.org/10.11606/T.6.2011.tde-20122011-114524
    • NLM

      Ribeiro KT, Gotlieb SLD. Fatores associados à qualidade de vida relacionada à saúde de idosos residentes no município de São Paulo - Estudo SABE: Saúde, Bem-Estar e Envelhecimento [Internet]. 2011 ;Available from: https://doi.org/10.11606/T.6.2011.tde-20122011-114524
    • Vancouver

      Ribeiro KT, Gotlieb SLD. Fatores associados à qualidade de vida relacionada à saúde de idosos residentes no município de São Paulo - Estudo SABE: Saúde, Bem-Estar e Envelhecimento [Internet]. 2011 ;Available from: https://doi.org/10.11606/T.6.2011.tde-20122011-114524

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021