Exportar registro bibliográfico

Impacto da depressão na qualidade de vida e na adesão a levodopa em pacientes com doença de Parkinson (2012)

  • Authors:
  • Autor USP: MARCHI, KATIA COLOMBO - EERP
  • Unidade: EERP
  • Sigla do Departamento: ERP
  • Subjects: DOENÇA DE PARKINSON; FÁRMACOS (SISTEMA NERVOSO CENTRAL); DEPRESSÃO; ADESÃO À MEDICAÇÃO
  • Keywords: Depression; Levodopa; Medication Adherence; Parkinson Disease; Qualidade de vida; Quality of Life
  • Language: Português
  • Abstract: Considerada universal, a doença de Parkinson (DP) ocupa a segunda posição entre as doenças neurodegenerativas mais comuns em idosos. A depressão é a comorbidade psiquiátrica mais comumente associada à esta doença e tem sido apontada repetidamente como a principal determinante da piora da qualidade de vida (QV) nestes pacientes como também um dos fatores que levam à pior adesão aos medicamentos propostos. Neste contexto o objetivo do presente estudo foi avaliar a prevalência de depressão em pacientes com DP em seguimento em um ambulatório especializado como também verificar o impacto da depressão na QV destes pacientes e na adesão ao tratamento com levodopa. O estudo foi realizado no ambulatório de distúrbios do movimento do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP. Foram selecionados 112 pacientes consecutivos com diagnóstico de DP em uso de levodopa, que foram entrevistados por meio da aplicação das seguintes escalas: Escala geriátrica de depressão com 15 itens (GDS-15), Parkinson's disease questionnaire-39 item version (PDQ-39), teste Morisky e Green e o Instrumento para Avaliar Atitudes Frente à Tomada de Remédios (IAAFTR). Foi encontrada a prevalência de depressão de 25% (n=28) entre os pacientes e uma forte correlação entre a GDS-15 e todas as dimensões do PDQ-39, evidenciando o real impacto que a depressão causa na QV dos pacientes com DP. Dos 112 pacientes, 53% (n=59) não apresentaram adesão ao seu tratamento, sendo que 52% reportaram que são descuidados quanto ao horário de tomarem sua medicação. Não foi encontrada correlação entre a presença de sintomas depressivos e a adesão do paciente à sua terapia antiparkinsoniana. O estudo demonstrou que a depressão está associada à piora da QV em pacientes com DP, afetando todas suas dimensões, especialmente a dimensão mobilidade. Toda a equipe de saúde que cuidadestes pacientes devem ser encorajados e preparados para ajudar na investigação de sintomas depressivos na DP, por ser o seu tratamento a base crucial para a melhora da QV destes pacientes
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.02.2012
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MARCHI, Katia Colombo; TIRAPELLI, Carlos Renato. Impacto da depressão na qualidade de vida e na adesão a levodopa em pacientes com doença de Parkinson. 2012.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22131/tde-28022012-141605/ >.
    • APA

      Marchi, K. C., & Tirapelli, C. R. (2012). Impacto da depressão na qualidade de vida e na adesão a levodopa em pacientes com doença de Parkinson. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22131/tde-28022012-141605/
    • NLM

      Marchi KC, Tirapelli CR. Impacto da depressão na qualidade de vida e na adesão a levodopa em pacientes com doença de Parkinson [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22131/tde-28022012-141605/
    • Vancouver

      Marchi KC, Tirapelli CR. Impacto da depressão na qualidade de vida e na adesão a levodopa em pacientes com doença de Parkinson [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22131/tde-28022012-141605/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021