Exportar registro bibliográfico

Envolvimento de receptores NK-1 e NK-3 no comportamento defensivo induzido pela estimulação elétrica da substância cinzenta periaquedutal dorsal (2011)

  • Authors:
  • Autor USP: BROIZ, ANA CAROLINA GARCIA - FFCLRP
  • Unidade: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 594
  • Subjects: SUBSTÂNCIA CINZENTA PERIAQUEDUTAL; PSICOBIOLOGIA; MEDO (ASPECTOS PSICOLÓGICOS)
  • Keywords: condicionamento contextual aversivo; contextual fear conditioning; dorsal periaqueductal gray; NK-1 and NK-3 receptors; receptores NK-1 e NK-3; SB 222200; spantide; unconditioned fear
  • Language: Português
  • Abstract: A substância cinzenta periaquedutal dorsal (SCPd) é considerada uma das principais estruturas do teto mesencefálico envolvida no substrato neural da aversão a estímulos proximais. GABA e 5-HT são apontados como neurotransmissores envolvidos na modulação das respostas defensivas elaboradas na SCPd. Recentemente, mecanismos neurocininérgicos também têm sido propostos como mediadores das reações de defesa organizadas nessa estrutura. O objetivo do presente estudo foi avaliar o envolvimento dos receptores NK-1 e NK-3 da SCPd no comportamento defensivo induzido pela estimulação elétrica dessa região em ratos com e sem experiência prévia ao condicionamento contextual aversivo. Para isso, os limiares aversivos de congelamento e fuga foram medidos durante a estimulação elétrica da SCPd em ratos ingênuos e em animais submetidos previamente ao procedimento de condicionamento contextual aversivo. A mediação destas repostas defensivas pelos receptores NK-1 e NK-3 foi avaliada pela injeção local de spantide (100 pmol/0,2 L) e SB 222200 (50 e 100 pmol/0,2 L), antagonistas seletivos de receptores NK-1 e NK-3, respectivamente. Os resultados mostraram que a injeção intra-SCPd de spantide aumentou os limiares aversivos determinados pela estimulação elétrica da SCPd em animais ingênuos e com experiência aversiva prévia. Injeções similares de 100 pmol de SB 222200 na SCPd também causaram um aumento nos limiares de congelamento e fuga. Entretanto, esses efeitos devem ser atribuídos a um déficit motor causado por essa dose da droga, uma vez que SB 222200 na dose de 100 pmol, reduziu significativamente a atividade motora dos animais submetidos ao teste do campo aberto. Estes resultados sugerem que receptores NK-1, mas não NK-3, estão envolvidos na mediação do comportamento defensivo induzido pela estimulação elétrica da SCPd
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.10.2011
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BROIZ, Ana Carolina Garcia; BRANDÃO, Marcus Lira. Envolvimento de receptores NK-1 e NK-3 no comportamento defensivo induzido pela estimulação elétrica da substância cinzenta periaquedutal dorsal. 2011.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59134/tde-15122011-150613/ >.
    • APA

      Broiz, A. C. G., & Brandão, M. L. (2011). Envolvimento de receptores NK-1 e NK-3 no comportamento defensivo induzido pela estimulação elétrica da substância cinzenta periaquedutal dorsal. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59134/tde-15122011-150613/
    • NLM

      Broiz ACG, Brandão ML. Envolvimento de receptores NK-1 e NK-3 no comportamento defensivo induzido pela estimulação elétrica da substância cinzenta periaquedutal dorsal [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59134/tde-15122011-150613/
    • Vancouver

      Broiz ACG, Brandão ML. Envolvimento de receptores NK-1 e NK-3 no comportamento defensivo induzido pela estimulação elétrica da substância cinzenta periaquedutal dorsal [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59134/tde-15122011-150613/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021