Exportar registro bibliográfico

Controle mecânico da herbácea exótica invasora lírio-do-breja (Hedychiumcoronarium Koenig) no parque estadual turístico do Alto Ribeira - PETAR, SP (2012)

  • Authors:
  • Autor USP: MACIEL, LUÍSA ALMEIDA - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Subjects: ÁREAS DE CONSERVAÇÃO; CONTROLE MECÂNICO; INVASÃO BIOLÓGICA; PARQUES ESTADUAIS; PLANTAS EXÓTICAS; PLANTAS INVASORAS; LÍRIO; MATA ATLÂNTICA
  • Language: Português
  • Abstract: coronarium; 5) arranquio favorece a recuperação da vegetação das nativas. As técnicas de manejo foram: corte raso (R), arranquio (U) e arranquio repetido (M). Subsequentemente visitas mensais registraram a resposta da comunidade herbácea por meio de parâmetros individuais de H. coronarium como altura, diâmetro basal, área basal, volume e número de folhas assim como parâmetros de toda a parcela, como número de indivíduos, cobertura vegetal relativa de H. coronarium, número de indivíduos mortos e cobertura vegetal de demais espécies. Parâmetros abióticos também foram levantados: umidade, temperatura, intensidade luminosa e cobertura de copa. Temperatura e umidade foram medidas a 0,1m (altura próxima ao solo) e a 1,5m (altura acima da vegetação herbácea), obtendo-se os índices U e T respectivamente. A análise estatística compreendeu a técnica de análise de variância com medidas repetidas e regressão linear. Os melhores resultados de controle da população de H. coronarium vieram dos tratamentos de arranquio, tanto M quanto U, e não foi diagnosticada qualquer diferença estatística entre ambos. Quanto às espécies nativas, os tratamentos que apresentaram maior regeneração foram M e U, sem qualquer diferença estatística entre si. Não há relação significativa entre T ou U e a quantidade de biomassa, tampouco entre cobertura de copa e biomassa. Quanto à intensidade luminosa, existe relação significativa com a quantidade de biomassa produzida. O arranquio manual é uma boa opção decontrole da espécie e também para a regeneração de espécies nativas. Áreas mais iluminadas apresentam maior potencial de crescimento de colônias de lírio-do-brejo e devem, portanto, ser priorizadas. É aconselhável a aplicação de técnicas de restauração florestal junto à erradicação das espécies exóticas, a fim de evitar a disponibilização de áreas para novas invasões biológicasInvasões biológicas consistem em uma séria ameaça à biodiversidade. Apesar de sua presença já antiga entre os processos naturais, atividades humanas agravaram o problema das invasões nas últimas décadas e levaram essa ameaça às áreas naturais. A maioria das Unidades de Conservação brasileiras já enfrenta as consequências de introduções arbitrárias de espécies. O Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira PETAR convive com a herbácea invasora lírio-dobrejo (Hedychium coronarium) e seus impactos há décadas. Sem predadores naturais, o lírio-dobrejo se desenvolve mais rapidamente que espécies nativas e é capaz de invadir florestas de dossel fechado, limitando a sobrevivência de plântulas e brotos nativos. O objetivo deste estudo é compreender as condições físicas favoráveis ao desenvolvimento da espécie, investigar possíveis impactos microclimáticos e testar diferentes métodos mecânicos de controle e erradicação. Foram instalados oito blocos randomizados em cada uma das duas áreas de estudo. Cada bloco constituise de uma parcela de 1m² de cada um dos três tratamentos. Cinco hipóteses foram testadas: 1) uma resposta melhor de controle é obtida ao remover a planta por inteiro; 2) uma resposta melhor de controle é obtida ao remover a planta por inteiro repetidamente; 3) grande quantidade de biomassa de H. coronarium provoca diferentes condições de umidade e temperatura na região sob suas folhas; 4) quanto maior a oferta luminosa, maior o desenvolvimento de biomassa de H.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.01.2012
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MACIEL, Luísa Almeida; MAGRO, Teresa Cristina. Controle mecânico da herbácea exótica invasora lírio-do-breja (Hedychiumcoronarium Koenig) no parque estadual turístico do Alto Ribeira - PETAR, SP. 2012.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11150/tde-10022012-094253/ >.
    • APA

      Maciel, L. A., & Magro, T. C. (2012). Controle mecânico da herbácea exótica invasora lírio-do-breja (Hedychiumcoronarium Koenig) no parque estadual turístico do Alto Ribeira - PETAR, SP. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11150/tde-10022012-094253/
    • NLM

      Maciel LA, Magro TC. Controle mecânico da herbácea exótica invasora lírio-do-breja (Hedychiumcoronarium Koenig) no parque estadual turístico do Alto Ribeira - PETAR, SP [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11150/tde-10022012-094253/
    • Vancouver

      Maciel LA, Magro TC. Controle mecânico da herbácea exótica invasora lírio-do-breja (Hedychiumcoronarium Koenig) no parque estadual turístico do Alto Ribeira - PETAR, SP [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11150/tde-10022012-094253/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021