Exportar registro bibliográfico

Avaliação de fatores de risco cardiovascular, com ênfase na pressão arterial, na Síndrome da Fragilidade em idosos (2011)

  • Authors:
  • Autor USP: BARBOSA, RACHEL GABRIEL BASTOS - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCM
  • Subjects: IDOSOS; PRESSÃO SANGUÍNEA; GERIATRIA
  • Language: Português
  • Abstract: O propósito do estudo foi avaliar os fatores de risco cardiovascular na Síndrome da Fragilidade, com ênfase na pressão arterial (PA). Este foi um estudo transversal com os seguintes critérios de exclusão: idade inferior a sessenta anos, acamados, fazendo uso de cadeira de rodas, déficits sensoriais graves, fase terminal de doença, com doença de Parkinson grave, dificuldade de fala, depressão grave, diagnóstico de demência ou grave déficit cognitivo. Todos os 77 pacientes, sendo 23 frágeis, 23 não-frágeis e 31 pré-frágeis, foram submetidos à avaliação médica, com aplicação de um questionário para se confirmar a Síndrome da Fragilidade, ao MiniExame do Estado Mental (MEEM) para exclusão de declínio cognitivo, além de medidas antropométricas, medidas da PA no consultório, exame de Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial (MAPA) e de Monitorização Residencial da Pressão Arterial (MRPA). Os grupos frágil e não-frágil foram submetidos à coleta de sangue com jejum de 12 horas. Para a análise estatística foi utilizado o teste exato de Fisher, ANOVA, teste de Levene, modelo de regressão linear com efeitos mistos e coeficiente de correlação de Spearman. A idade média foi de 74,5(±7,5) anos, prevalência do gênero feminino (88,3%), etnia branca (60,0%), estado civil casado (37,7%), escolaridade de 3,7(±3,1) anos, recebendo entre 1 e 3 salários mínimos (72,7%). A prevalência de hipertensão arterial foi de 56,5% entre não-frágeis, 61,3% entre pré-frágeis e 73,9% entre os frágeis, porém sem diferença estatisticamente significativa (p=0,41). Na avaliação cognitiva, observou-se que a pontuação do MEEM foi menor entre os frágeis do que no não-frágeis (p=0,02) e pré-frágeis (p<0,01). Não foram encontradas diferenças quanto à PA obtida em consultório e na MRPA. Avaliando a PA sistólico (PAS) e da PA diastólica (PAD) da MAPA, observou-se maior PAS no grupo dos frágeis emrelação aos não-frágeis nas 24 horas, na vigília e no sono (p=0,03). Não houve associação entre os fatores de risco cardiovascular e a PAS medida no consultório, porém houve maior PAD entre os voluntários não-frágeis com maior circunferência abdominal (CA) e cintura. Quando comparadas as médias da MAPA de 24 horas com alguns fatores de risco, observou-se que houve associação positiva, apenas nos não-frágeis, entre a circunferência da cintura e a PAS, e a CA e a PAD. Os grupos estudados não diferiram quanto ao peso e ao IMC, entretanto os frágeis apresentavam CA maior (p=0,04). Houve excelente correlação entre a CA e o IMC nos três grupos estudados, portanto, os métodos parecem ser adequados na avaliação dos indivíduos. Comparando-se o nível de HDL entre frágeis e não-frágeis, observou-se que este foi menor nos primeiros (p=0,01). Houve também maior nível sérico de homocisteina (p=0,02) e menor de ácido fálico nos frágeis (p=0,04). Estudando o perfil e os fatores de risco relacionados à PA em idosos frágeis, não-frágeis e pré-frágeis, concluiu-se que houve maior PAS obtida pela MAPA nos idosos com a Síndrome da Fragilidade, maior CA, menor HDL e maior nível de homocisteina, mesmo considerando que a perda de peso não intencional era um critério de fragilidade, caracterizando maior risco cardiovascular associado à Síndrome da Fragilidade
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 11.10.2011

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BARBOSA, Rachel Gabriel Bastos; LIMA, Nereida Kilza da Costa. Avaliação de fatores de risco cardiovascular, com ênfase na pressão arterial, na Síndrome da Fragilidade em idosos. 2011.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2011.
    • APA

      Barbosa, R. G. B., & LIma, N. K. da C. (2011). Avaliação de fatores de risco cardiovascular, com ênfase na pressão arterial, na Síndrome da Fragilidade em idosos. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Barbosa RGB, LIma NK da C. Avaliação de fatores de risco cardiovascular, com ênfase na pressão arterial, na Síndrome da Fragilidade em idosos. 2011 ;
    • Vancouver

      Barbosa RGB, LIma NK da C. Avaliação de fatores de risco cardiovascular, com ênfase na pressão arterial, na Síndrome da Fragilidade em idosos. 2011 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021