Exportar registro bibliográfico

O estandarte silencioso: a United States Information Agency na mídia impressa do Brasil - Correio da Manhã e Tribuna da Imprensa, 1953-1964 (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CATTAI, JÚLIO BARNEZ PIGNATA - FFLCH
  • Unidades: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLH
  • Subjects: GUERRA FRIA; PROPAGANDA; JORNAIS
  • Keywords: Correio da manhã; Correio da manhã; Cultural Cold War; Guerra Fria Cultural; Propaganda; Propaganda; Tribuna da imprensa; Tribuna da imprensa; United States Information Agency (USIA); United States Information Agency (USIA)
  • Language: Português
  • Abstract: Em 1.º de junho de 1953, a administração do presidente norte-americano Dwight D. Eisenhower fundou a United States Information Agency (USIA), reunindo sob a coordenação da nova agência os programas de informação dos Estados Unidos da América (EUA) no exterior. O intuito era o de aproximar as audiências internacionais dos valores do sistema democrático e de livre empresa encenado pelo país, granjeando governos às posições norte-americanas na Guerra Fria. A atuação da agência se deu no âmbito das disputas entre os governos dos Estados Unidos e da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS) em programas de propaganda cultural naquilo que a historiografia tem chamado de Guerra Fria Cultural (Cultural Cold War). Esta pesquisa teve por objetivo investigar a atuação da USIA no Brasil, entre os anos de 1953, data de fundação da agência, e 1964, quando as questões de que se ocupava foram reorientadas em função, no plano internacional, da Guerra no Vietnam e, no Brasil, do golpe civil-militar. Para tanto, analisamos o material da agência matérias, artigos, notícias, notas e fotografias veiculado nos jornais cariocas Correio da Manhã e Tribuna da Imprensa, duas das mais importantes publicações da mídia impressa brasileira do período. Verificamos que a agência passou, paulatinamente, a empregar atividades secretas, além das atividades não secretas, driblando as resistências que a opinião pública brasileira mostrava à presença oficial norte-americana no debate de questõespolíticas nacionais. Embora as estratégias utilizadas pela USIA fossem realizadas em nome das liberdades democráticas, a agência não vacilou em lançar mão de operações secretas para a consecução de seus objetivos políticos na Guerra Fria
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 01.07.2011
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CATTAI, Júlio Barnez Pignata; CANCELLI, Elizabeth. O estandarte silencioso: a United States Information Agency na mídia impressa do Brasil - Correio da Manhã e Tribuna da Imprensa, 1953-1964. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8138/tde-13012012-122334/ >.
    • APA

      Cattai, J. B. P., & Cancelli, E. (2011). O estandarte silencioso: a United States Information Agency na mídia impressa do Brasil - Correio da Manhã e Tribuna da Imprensa, 1953-1964. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8138/tde-13012012-122334/
    • NLM

      Cattai JBP, Cancelli E. O estandarte silencioso: a United States Information Agency na mídia impressa do Brasil - Correio da Manhã e Tribuna da Imprensa, 1953-1964 [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8138/tde-13012012-122334/
    • Vancouver

      Cattai JBP, Cancelli E. O estandarte silencioso: a United States Information Agency na mídia impressa do Brasil - Correio da Manhã e Tribuna da Imprensa, 1953-1964 [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8138/tde-13012012-122334/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020