Exportar registro bibliográfico

Geração de ozônio isotopicamente marcado com átomo de oxigênio-18, (´ANTIPOT.18´´OIND.3´), formando oxigênio-18 molecular singlete, ´ANTIPOT.18´´OIND.2´ (´ANTIPOT.1´´ΔIND.g´), e modificações na 2'- desoxiguanosina (2011)

  • Authors:
  • Autor USP: MOTTA, FLAVIA DANIELA - IQ
  • Unidade: IQ
  • Sigla do Departamento: QBQ
  • Subjects: RADICAIS LIVRES; ESPECTROMETRIA DE MASSAS; OXIGÊNIO
  • Language: Português
  • Abstract: O ozônio (´OIND.3´) é um poderoso oxidante e quantidades significativas podem ser formadas em ambientes urbanos, como resultado de uma série de eventos fotoquímicos, sendo um risco para a saúde humana. Devido a sua reatividade química, o ozônio é capaz de promover modificações oxidativas em diversas biomoléculas, tais como, DNA, proteínas e lipídios. As reações do ´OIND.3´com biomoléculas geram quantidades significativas de ´OIND.2´ (´ANTIPOT.1´´ΔIND.g´). Sendo assim, essas reações são caracterizadas pela transferência de um átomo de oxigênio do ´OIND.3´ ao substrato oxidado. Devido à regra de conservação do Spin, isto requer que o dioxigênio gerado nesta reação esteja no seu estado singlete. Neste específico mecanismo, a formação do hidrotrióxido tem sido frequentemente assumida como um importante intermediário da ozonização. Ainda, constatou-se o elevado potencial mutagênico do´OIND.3´ sobre o DNA, levando, principalmente, à substituição de suas bases. A frequência das substituições das bases foi essencialmente localizada no par G: C's (75%), uma característica das espécies reativas de oxigênio, como o ´OIND.2´ (´ANTIPOT.1´´ΔIND.g´). No entanto, os mecanismos pelos quais ´OIND.3 ´ causa danos ao DNA ainda não foram completamente elucidados. No presente trabalho, as evidências espectroscópicas na geração do ´OIND.2´ (´ANTIPOT.1´´ΔIND.g´) foram obtidas através da emissão de luz bimolecular na região vermelha do espectro (λ = 634 nm) e através da emissão de luz monomolecular na região do infravermelho próximo (λ = 1270 nm ) durante a reação de ´OIND.3´ com dGuo e 8-oxodGuo. Além disso, desenvolveu-se uma metodologia para a geração deozônio isotopicamente marcado com átomo de oxigênio-18 a partir do ´ANTIPOT.18´´OIND.2´ (´ANTIPOT.3´´ΣIND.g-´). Deste modo, as evidências da formação dos diastereoisômeros da spiroiminodihidantoina, tanto a isotopicamente marcada no ´ANTIPOT.18´ quanto a não marcada, juntamente com a 8-oxodGuo, imidazolona e oxazolona, foram detectados como produtos de oxidação das reações com ´ANTIPOT.18´´OIND.3´. Para tal observação, análises foram realizadas por HPLC acoplado ao espectrômetro de massas. Ademais, a detecção do ´ANTIPOT.18´´OIND.2´ (´ANTIPOT.1´´ΔIND.g´) durante a decomposição do ´ANTIPOT.18´´OIND.3´ foi obtida por captação química do ´OIND.2´ (´ANTIPOT.1´´ΔIND.g´) pelo derivado de antraceno, EAS, detectando o endoperóxido corresponde com a adição de dois átomos de ´ANTIPOT.18 O´ na posição 9,10 do antraceno. Além disso, mais uma evidência da presença do ´OIND.2´ (´ANTIPOT.1´´ΔIND.g´) foi inequivocamente demonstrada pela caracterização do espectro de emissão no infravermelho próximo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.07.2011
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MOTTA, Flavia Daniela; DI MASCIO, Paolo. Geração de ozônio isotopicamente marcado com átomo de oxigênio-18, (´ANTIPOT.18´´OIND.3´), formando oxigênio-18 molecular singlete, ´ANTIPOT.18´´OIND.2´ (´ANTIPOT.1´´ΔIND.g´), e modificações na 2'- desoxiguanosina. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46131/tde-13102011-094231/ >.
    • APA

      Motta, F. D., & Di Mascio, P. (2011). Geração de ozônio isotopicamente marcado com átomo de oxigênio-18, (´ANTIPOT.18´´OIND.3´), formando oxigênio-18 molecular singlete, ´ANTIPOT.18´´OIND.2´ (´ANTIPOT.1´´ΔIND.g´), e modificações na 2'- desoxiguanosina. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46131/tde-13102011-094231/
    • NLM

      Motta FD, Di Mascio P. Geração de ozônio isotopicamente marcado com átomo de oxigênio-18, (´ANTIPOT.18´´OIND.3´), formando oxigênio-18 molecular singlete, ´ANTIPOT.18´´OIND.2´ (´ANTIPOT.1´´ΔIND.g´), e modificações na 2'- desoxiguanosina [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46131/tde-13102011-094231/
    • Vancouver

      Motta FD, Di Mascio P. Geração de ozônio isotopicamente marcado com átomo de oxigênio-18, (´ANTIPOT.18´´OIND.3´), formando oxigênio-18 molecular singlete, ´ANTIPOT.18´´OIND.2´ (´ANTIPOT.1´´ΔIND.g´), e modificações na 2'- desoxiguanosina [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46131/tde-13102011-094231/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021