Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Três textos em papiamentu clássico (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: ARAUJO, GABRIEL ANTUNES DE - FFLCH
  • Unidades: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLC
  • Subjects: FILOLOGIA; ORTOGRAFIA; LÉXICO; LÍNGUAS AFRICANAS; PORTUGUÊS DO BRASIL; LÍNGUA PORTUGUESA; CRIOULIZAÇÃO
  • Language: Português
  • Abstract: Neste trabalho, apresento a reprodução fac-similar, seguida da lição semidiplomática, da tradução para o português, de um estudo ortográfico e lexical de três dos primeiros documentos impressos em papiamentu clássico (PC): o Prefecto Apostolico di Curacao na Cristian di su mision (1833) e o Catecismo Corticu (1837), ambos por M. J. Niewindt, e o Kamiena di Kroes (1850), por J. J. Putman. Ao editar esses três textos, meu primeiro objetivo é demonstrar que, embora escritos por dois religiosos holandeses contemporâneos, os textos apresentam variações significativas que sugerem uma busca por um padrão ortográfico nos primórdios da escrita do papiamentu. Contudo, esses padrões são divergentes: o Prefecto Apostolico e o Catecismo possuem uma ortografia etimológica, hispanicizada, ao passo que o Kamiena revela uma influência da ortografia do neerlandês. Entretanto, defenderei que, embora houvesse influência das ortografias espanhola e neerlandesa, ambos os autores tentaram criar sistemas ortográficos únicos para o PC, lançando as bases para os modelos que culminariam na padronização oficial da língua no último quartel do século XX. Para analisar as características convergentes e divergentes das ortografias de Niewindt e Putman, concentrar-me-ei nas relações formais entre os elementos gráficos dos textos aqui abordados. Para analisar os três textos, for formado um corpora, a partir dos itens lexicais nos três textos. Portanto, meu segundo objetivo é investigar o léxico desses documentos e avaliar o grau de influência ibérica e/ou neerlandesa no PC. Ao mesmo tempo, tanto a ortografia, como o léxico do PC, serão, ao longo do trabalho, comparados aos do papiamentu moderno. Do ponto de vista sócio-histórico, no mundo curaçolenho oitocentista, Niewindt e Putman presenciaram uma crescente influência da Metrópole, em substituição à influência do mundo ibérico, à medida que a sociedade curaçolenha passavaa ser mais relevante para o estado holandês, depois de a ilha passar por um período de quase duzentos anos sob administração da Companhia das Índias Ocidentais e à medida que o sistema educacional implantado em Curaçao favorecia o ensino do neerlandês como "língua de cultura" nas escolas. No entanto, a sociedade curaçolenha permanecia dividida, marcada pelo flagelo da escravidão, haja vista que, no sistema segregacionista da Curaçao dos séculos XVIII e XIX, os judeos e os protestantes não obrigavam e nem permitiam aos escravos seguir qualquer tipo de rito das religiões judaica e calvinista. Assim, a religião dos escravos estava intimamente ligada à língua dos escravos, o papiamentu (Lampe 2002: 110-3). Destarte, esta tese defenderá que o léxico dos três textos em PC é principalmente ibérico e contém um número irrelevante de ítens de origem neerlandesa. Isso sugere que a influência da religião católica no papiamentu é também uma influência linguística. Neste sentido, o papiamentu, como língua de escravos, se associa à religião católica, como religião de escravos. Esta tese, portanto, dá sustentação linguística a esta divisão. A justificativa para este trabalho reside na possibilidade de se explorar a interdisciplinaridade de duas áreas do conhecimento: a Filologia e os Estudos das Línguas Crioulas. De um lado, apresento aqui um trabalho filológico (edição de documentos) e, de outro lado, busco a convergência da edição com o estudo de uma língua crioula de base ibérica. Desta maneira, recorro à noção de filologia, strict sensu, ao preparar o material, editando-o e traduzindo-o e, ao me dedicar ao estudo linguístico do material produzido, recorro à noção de filologia lato sensu (cf. Santiago-Almeida 2009, 2010). Assim, este trabalho permite ampliar o campo da filologia portuguesa, desenvolvendo o campo da filologia das línguas crioulas de base portuguesa ( e espanhola). Todavia, devido àsituação de desprestígio da maior parte das línguas crioulas de base ibérica atlânticas, sobretudo até o período da descolonização da África e do Caribe, no século XX, poucos documentos chegaram até os dias atuais. Por este motivo, os estudos filológicos cujo objetivo central é um documento de uma língua crioula de base portuguesa ou espanhola são raros (cf. Wood 1972, Severing 2002 e Rutgers 2010 para exemplos do papiamentu) ou estão por fazer. Desta forma, esta tese é uma contribuição a este jovem campo de estudos.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.11.2011

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ARAUJO, Gabriel Antunes de. Três textos em papiamentu clássico. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011.
    • APA

      Araujo, G. A. de. (2011). Três textos em papiamentu clássico. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Araujo GA de. Três textos em papiamentu clássico. 2011 ;
    • Vancouver

      Araujo GA de. Três textos em papiamentu clássico. 2011 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019