Exportar registro bibliográfico

Avaliação evolutiva da qualidade de vida, perda de peso e comorbidades após derivação gástrica em Y-de-Roux (2011)

  • Authors:
  • Autor USP: COSTA, ROBERTO COELHO NETTO DA CUNHA - FM
  • Unidade: FM
  • Sigla do Departamento: MCG
  • Subjects: CIRURGIA BARIÁTRICA; DERIVAÇÃO; QUALIDADE DE VIDA; AVALIAÇÃO DE PROCESSOS E RESULTADOS
  • Keywords: Bariatric surgery; Derivação gástrica; Gastric bypass; Quality of life; Resultados; Results
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: A cirurgia bariátrica tem se tornado o método mais eficaz de perda de peso em pacientes obesos. A avaliação da melhora das comorbidades e mudanças na qualidade de vida são fatores importantes na avaliação dos resultados, entretanto é necessário investigar se elas persistem ao longo do tempo. Métodos: Foram avaliados em estudo transversal 143 pacientes divididos em cinco grupos independentes, sendo um controle e os demais com 1, 2, 3 e 4 anos ou mais de seguimento cirúrgico por derivação gástrica em Y de Roux com anel de silicone. Foram analisados dados antropométricos, do BAROS (BARIATRIC ANALYSIS AND REPORTING OUTCOME SYSTEM) e da qualidade de vida pelo SF-36 (\"MEDICAL OUTCOMES STUDY 36-ITEM SHORT-FORM HEALTH SURVEY\"). Resultados: Houve significante perda percentual do excesso de peso (PEP%) de 81,7% após um ano. Nos grupos com 2, 3 e 4 anos ou mais da cirurgia a PEP% apresentou leve declínio, mas sem diferença significante. As taxas de resolução nas principais comorbidades com 1 ano de operação foram de 100% no diabetes mellitus, 58,3% na hipertensão e 40% na artropatia. Na avaliação evolutiva da resolução das comorbidades houve diminuição significante na taxa de proporção para resolução do diabetes (p= 0,035). Os resultados obtidos pelo BAROS foram bom, muito bom ou excelente em mais de 96% dos pacientes em todas as avaliações realizadas. Houve melhora da qualidade de vida pelo Questionário de Moorehead-Ardealt . A qualidade de vida avaliada através do SF-36 melhorou em todos os domínios relacionados após um ano, no entanto após quatro anos de cirurgia permaneceu melhor apenas nos domínios estado geral de saúde e capacidade funcional. Conclusão: A cirurgia de derivação gástrica em Y de Roux levou a perda do excesso de peso de 81,7% após um ano de cirurgia, permanecendo estável após, com leve declínio. Ocorreu resolução importante das principais comorbidades como hipertensão e diabeteHouve satisfação com os resultados imediatos obtidos com a cirurgia avaliados pelos SF-36 nos domínios que avaliam a qualidade de vida, e apenas no estado geral da saúde e capacidade funcional nos períodos mais tardios
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.09.2011
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      COSTA, Roberto Coelho Netto da Cunha; PINTO JUNIOR, Paulo Engler. Avaliação evolutiva da qualidade de vida, perda de peso e comorbidades após derivação gástrica em Y-de-Roux. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5154/tde-08122011-162335/ >.
    • APA

      Costa, R. C. N. da C., & Pinto Junior, P. E. (2011). Avaliação evolutiva da qualidade de vida, perda de peso e comorbidades após derivação gástrica em Y-de-Roux. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5154/tde-08122011-162335/
    • NLM

      Costa RCN da C, Pinto Junior PE. Avaliação evolutiva da qualidade de vida, perda de peso e comorbidades após derivação gástrica em Y-de-Roux [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5154/tde-08122011-162335/
    • Vancouver

      Costa RCN da C, Pinto Junior PE. Avaliação evolutiva da qualidade de vida, perda de peso e comorbidades após derivação gástrica em Y-de-Roux [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5154/tde-08122011-162335/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021