Exportar registro bibliográfico

Estudos para o desenvolvimento de metodologia da produção in vivo do fungo Neozygites floridana Weiser e Muma para controle do ácaro Tetrancychus urticae Koch (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CASTRO, THIAGO RODRIGUES DE - ESALQ
  • Unidades: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LEF
  • Subjects: ÁCAROS PARASITOS DE PLANTAS; CONTROLE BIOLÓGICO; FUNGOS ENTOMOPATOGÊNICOS
  • Language: Português
  • Abstract: Uma das principais espécies de ácaro praga é o ácaro rajado, Tetranychus urticae. Um dos inimigos naturais mais importantes deste ácaro é o patógeno Neozygites floridana. Para viabilizar o uso deste patógeno através de liberações inoculativas, ainda são necessárias informações básicas para subsidiar o desenvolvimento de uma metodologia de produção em escala e para liberações do fungo em campo. Para tanto, foi determinado em laboratório, a exigência de umidade e temperatura para a esporulação do fungo, colocando-se ácaros mumificados em folhas de feijão-de-porco. A 80 e 85% de umidade, em nenhuma das temperaturas (13, 17, 21 e 25°C) ocorreu esporulação. O fungo esporulou pouco a 90% UR em todas as temperaturas. As melhores condições para formação de capiloconídios foram a 95% e 100% UR a 21°C e 25°C. Ácaros mumificados foram colocados para esporular em feijão-de-porco em telados em diferentes épocas do ano e a temperatura e umidade monitorada. Notou-se que acima de 13°C o fungo conseguiu produzir um número considerável de conídios primários (>130) mesmo a 90% UR. Entretanto, nesta UR somente a 25°C a produção de capiloconídios foi significativa (>389). Determinou-se o efeito da exposição de duas intensidades luminosas (2.960 Lux e 15.392 Lux), três fotoperíodos (24h de luz, 12:12h(L:E) e 24h de escuro) e duas temperaturas (18°C e 23°C), na produção de conídios primários e de capiloconídios de isolados da Noruega e do BrasilÁcaros mumificados foram expostos aos diferentes tratamentos em BOD. Não foram encontradas diferenças entre os dois isolados nas duas temperaturas testadas. Os resultados para o fotoperíodo de 12:12h(L:E) foram similares aos encontrados para 24h de escuro. A inibição da luz na formação de capiloconídios foi maior no isolado Norueguês. Baixa intensidade de luz por 24h teve efeito moderado na esporulação dos dois isolados, mas inibiu fortemente a formação de capiloconídios no isolado Norueguês. Foram realizados estudos para avaliar o efeito de agrotóxicos utilizados na produção de morango no Brasil e na Noruega sobre a esporulação e produção de capiloconídios de N. floridana em laboratório. Os resultados revelaram que Tebuconazol, Fenpropatrina na concentração recomendada e Abamectina na metade da concentração recomendada, foram os menos agressivos a N. floridana. Foram também realizadas tentativas de produção em escala deste fungo. Através de inoculações experimentais em telado foi possível induzir epizootias em populações de T. urticae em plantas de feijão de porco em vasos nos telados. Liberações de quatro ácaros mumificados por vaso foi a forma mais prática de inoculação. Maiores quantidades de ácaros mumificados foram produzidos quando as condições climáticas foram caracterizadas por alta UR e 20°C, sendo que durante o inverno a produção não foi eficienteO uso de lâmpadas e ventiladores durante o período noturno ao final da epizootia, foi eficiente em inibir a esporulação e garantir a qualidade dos ácaros mumificados para o armazenamento. Embora tenha sido possível produzir um grande número de ácaros mumificados, vários estudos ainda são necessários para desenvolver uma metodologia de produção em escala para que seja economicamente viável a sua utilização em campo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 09.09.2011

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CASTRO, Thiago Rodrigues de; DELALIBERA JUNIOR, Italo. Estudos para o desenvolvimento de metodologia da produção in vivo do fungo Neozygites floridana Weiser e Muma para controle do ácaro Tetrancychus urticae Koch. 2011.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-18102011-165455/ >.
    • APA

      Castro, T. R. de, & Delalibera Junior, I. (2011). Estudos para o desenvolvimento de metodologia da produção in vivo do fungo Neozygites floridana Weiser e Muma para controle do ácaro Tetrancychus urticae Koch. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-18102011-165455/
    • NLM

      Castro TR de, Delalibera Junior I. Estudos para o desenvolvimento de metodologia da produção in vivo do fungo Neozygites floridana Weiser e Muma para controle do ácaro Tetrancychus urticae Koch [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-18102011-165455/
    • Vancouver

      Castro TR de, Delalibera Junior I. Estudos para o desenvolvimento de metodologia da produção in vivo do fungo Neozygites floridana Weiser e Muma para controle do ácaro Tetrancychus urticae Koch [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-18102011-165455/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020