Exportar registro bibliográfico

Da formação e controle de carbamato de etila em aguardentes (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: GALINARO, CARLOS ALEXANDRE - IQSC
  • Unidades: IQSC
  • Subjects: AGUARDENTE; CANA-DE-AÇÚCAR
  • Language: Português
  • Abstract: A legislação brasileira estabelece o limite de 150 μg/L para os teores de carbamato de etila (CE ou uretana) em aguardentes. O presente trabalho indica que os teores de carbamato de etila em aguardentes podem ser reduzidos em até 92% do teor original após as aguardentes serem submetidas a uma nova destilação. Para amostras de aguardente recém destiladas (coletadas in loco) foi possível constatar que o CE também se forma após a destilação, e que a formação completa-se após 10 dias. A luz difusa não influenciou, quer na constante de velocidade quer na concentração de CE final. Esta, entretanto demonstrou-se dependente da temperatura. Observou-se que a reação ocorre com kobs de (6,4 ± 0,5) x 10-6 /s, a 25ºC e pH 4,5, sendo este valor independente da origem da aguardente e da radiação luminosa. Os parâmetros de ativação para esta reação foram ΔH‡ 34 kcal/mol, ΔS‡ - 69 cal/K e ΔG‡ 54 kcal/mol. Foi possível estimar que o teor de uretana formado no interior do destilador foi inferior a 60% do CE total. Estudos com aguardente nas quais foi adicionado KOCN, indicaram que ocorre a formação de uretana com kobs (8,60 ± 0,4) x 10-5 /s, a 25ºC, pH 4,5, com ΔH‡ 20,6 kcal/mol, ΔS‡ - 96,1 cal/K e ΔG‡ 48,7 kcal/mol. Esta reação não foi influenciada pela radiação luminosa (250 a 500 nm), bem como pelo teor alcoólico da aguardente (0,29 a 15,7 mol/L). O rendimento no teor de CE aumentou em função do teor alcoólico do meio, atingindo um valor máximo a 60% v/v. Cálculos quânticos sugeriram que o HNCO é a molécula reativa. Os resultados experimentais colhidos até o momento sugerem a existência de uma reação paralela consumindo parte do HNCO e, portanto limitando kobs e a relação [CE]teórico / [CE]experimentalA adição de NaCN à aguardente também conduz a formação de uretana, mas com constante de velocidade inferior a observada para o KOCN
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.09.2011

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GALINARO, Carlos Alexandre; FRANCO, Douglas Wagner. Da formação e controle de carbamato de etila em aguardentes. 2011.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2011.
    • APA

      Galinaro, C. A., & Franco, D. W. (2011). Da formação e controle de carbamato de etila em aguardentes. Universidade de São Paulo, São Carlos.
    • NLM

      Galinaro CA, Franco DW. Da formação e controle de carbamato de etila em aguardentes. 2011 ;
    • Vancouver

      Galinaro CA, Franco DW. Da formação e controle de carbamato de etila em aguardentes. 2011 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020