Exportar registro bibliográfico


Metrics:

Realização do exame de Papanicolau em mulheres com 20 anos ou mais: inquérito de Saúde de base populacional no Município de São Paulo - 2008 (2011)

  • Authors:
  • Autor USP: DIONIZIO, ÉRIKA - FSP
  • Unidade: FSP
  • Sigla do Departamento: HEP
  • DOI: 10.11606/D.6.2011.tde-07102011-113848
  • Subjects: ESFREGAÇO VAGINAL (PSICOLOGIA); NEOPLASIAS DO COLO UTERINO (PREVENÇÃO E CONTROLE;PSICOLOGIA); MULHERES (PSICOLOGIA); ATITUDE FRENTE À SAÚDE; FATORES SOCIOECONÔMICOS; MODO DE VIDA; SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE; LEVANTAMENTOS EPIDEMIOLÓGICOS; ESTUDOS TRANSVERSAIS
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: O câncer do colo do útero é uma das neoplasias malignas mais frequentes, particularmente nos países em desenvolvimento e, sobretudo nos grupos com maior vulnerabilidade social. As estimativas de incidência e mortalidade tendem para a redução, porém em ritmo lento. Vários são os fatores de risco identificados, no entanto, apresenta um dos mais altos potenciais de prevenção e cura. A estratégia utilizada para a detecção precoce é o exame de Papanicolaou. Inquéritos de base populacional representam oportunidades únicas para a obtenção de informações que possibilitam avanço no conhecimento das condições de vida e saúde da população e para a formulação e avaliação de políticas sociais de saúde. Objetivo: Analisar a realização do exame de Papanicolaou segundo variáveis socioeconômicas, demográficas, de estilo de vida, estado de saúde e o uso de serviços de saúde das mulheres com 20 anos ou mais de idade, residentes no município de São Paulo, Brasil. Métodos: Estudo transversal de base populacional, com dados obtidos através do Inquérito de Saúde no Município de São Paulo ISA Capital, 2008, em amostra composta por 1.236 mulheres com 20 anos ou mais. Considerou-se a prevalência do exame realizado nos últimos 3 anos que antecederam à entrevista. Para as análises estatísticas foi utilizado o módulo survey do programa Stata 10.0. O modelo de regressão de Poisson foi aplicado para verificar associações mais precisas da realização do exame com as variáveis estudadas.A confidencialidade foi garantida. Resultados: As associações estatisticamente significantes encontradas foram: idade (20 a 29 anos), ser casada ou ter companheiros, escolaridade (12 anos), tabagismo (exfumantes), mulheres que possuíam exame clínico das mamas e plano de saúde. O Sistema Único de Saúde foi responsável por 39,2 por cento dos exames de Papanicolaou realizados. O motivo referido para a não realização do exame mais frequente foi não era necessário/sou saudável. Discussão: Ao considerar a realização do exame conforme recomendada pelo Ministério da Saúde, seria esperada cobertura de Papanicolaou superior à observada. Em termos de condições socioeconômicas, as associações com renda e atividade remunerada não permaneceram no modelo final, sugerindo equidade social na realização do exame. Entretanto, os serviços de saúde devem criar estratégias que ampliem o acesso às populações mais vulneráveis proporcionando maior conhecimento e envolvimento da população na incorporação das práticas preventivas do câncer do colo do útero, oferecendo um atendimento de maior qualidade a todas as mulheres, sobretudo, as SUS dependentes. Considerações Finais: Para o êxito do programa de rastreamento, deve-se priorizar a capacitação dos profissionais de saúde, a qualidade dos exames, a garantia do seguimento e tratamento dos casos e o estabelecimento de intervenções mais humanizadas e equitativas na utilização dos serviços de saúde do SUS.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.09.2011
  • Acesso à fonteDOI
    Informações sobre o DOI: 10.11606/D.6.2011.tde-07102011-113848 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de acesso aberto
    • Este artigo é de acesso aberto
    • URL de acesso aberto
    • Cor do Acesso Aberto: gold
    • Licença: cc-by-nc-sa

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      DIONIZIO, Érika; CESAR, Chester Luiz Galvao. Realização do exame de Papanicolau em mulheres com 20 anos ou mais: inquérito de Saúde de base populacional no Município de São Paulo - 2008. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < https://doi.org/10.11606/D.6.2011.tde-07102011-113848 > DOI: 10.11606/D.6.2011.tde-07102011-113848.
    • APA

      Dionizio, É., & Cesar, C. L. G. (2011). Realização do exame de Papanicolau em mulheres com 20 anos ou mais: inquérito de Saúde de base populacional no Município de São Paulo - 2008. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de https://doi.org/10.11606/D.6.2011.tde-07102011-113848
    • NLM

      Dionizio É, Cesar CLG. Realização do exame de Papanicolau em mulheres com 20 anos ou mais: inquérito de Saúde de base populacional no Município de São Paulo - 2008 [Internet]. 2011 ;Available from: https://doi.org/10.11606/D.6.2011.tde-07102011-113848
    • Vancouver

      Dionizio É, Cesar CLG. Realização do exame de Papanicolau em mulheres com 20 anos ou mais: inquérito de Saúde de base populacional no Município de São Paulo - 2008 [Internet]. 2011 ;Available from: https://doi.org/10.11606/D.6.2011.tde-07102011-113848

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021