Exportar registro bibliográfico

Peroxidação lipídica na lesão miocárdica induzida experimentalmente pela administração de isoproterenol em baixas doses (2011)

  • Authors:
  • Autor USP: BLEFARI, VALDECIR - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RPA
  • Subjects: INSUFICIÊNCIA CARDÍACA (INDUZIDO QUIMICAMENTE); RADICAIS LIVRES
  • Language: Português
  • Abstract: A administração de catecolaminas exógenas tem sido frequentemente usada para a indução de lesão cardíaca semelhante ao infarto agudo do miocárdio. O uso de isoproterenol, catecolamina sintética que atua exclusivamente em receptores , ‘beta’-adrenérgicos, induz necrose miocárdica aguda em animais de maneira similar à doença humana (infarct-like lesion). Essa lesão está relacionada aos efeitos cronotrópico e inotrópico positivos com aumento na demanda de oxigênio pelo músculo cardíaco causando complexas alterações bioquímicas e estruturais nos cardiomiócitos. Acredita-se que as espécies reativas de oxigênio (EROs) sejam importantes mediadores de lesão celular contribuindo para o desenvolvimento da lesão miocárdica através da geração de adutos de 4-hidróxido-2-nonenal (4-HNE) e malondialdeído (MDA) derivados da peroxidação lipídica (LPO). Resultados anteriores obtidas em nosso laboratório demonstraram aumento da permeabilidade sarcolemal em cardiomiócitos de animais tratados com isoproterenol. O presente estudo teve como objetivo avaliar o papel da LPO na lesão miocárdica induzida pela administração de baixas doses de isoproterenol em ratos Wistar. Os animais foram divididos em dois grupos: grupo controle (CTRL), submetido à injeção intraperitoneal de salina e grupo tratado (ISO), submetido à injeção intraperitoneal de 2mg/Kg/dia de cloridrato de DL-Isoproterenol diluído em salina. Foram avaliados a morfologia cardíaca, os níveis de 4HNE, MDA, glutationa reduzida (GS H) e a permeabilidade da membrana s arcolemal, após 24 horas, 3 dias e 7 dias da administração de isoproterenol. Nossos resultados demonstraram que o aumento da permeabilidade da membrana está associado ao aumento dos níveis de 4-HNE e MDA e redução dos níveis de GSH, o que sugere um papel importante da peroxidação lipídica da membrana sarcolemal no desenvolvimentoprimário da lesão miocárdica induzida pelo isoproterenol
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.06.2011

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BLEFARI, Valdecir; ROSSI, Marco Antonio. Peroxidação lipídica na lesão miocárdica induzida experimentalmente pela administração de isoproterenol em baixas doses. 2011.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2011.
    • APA

      Blefari, V., & Rossi, M. A. (2011). Peroxidação lipídica na lesão miocárdica induzida experimentalmente pela administração de isoproterenol em baixas doses. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Blefari V, Rossi MA. Peroxidação lipídica na lesão miocárdica induzida experimentalmente pela administração de isoproterenol em baixas doses. 2011 ;
    • Vancouver

      Blefari V, Rossi MA. Peroxidação lipídica na lesão miocárdica induzida experimentalmente pela administração de isoproterenol em baixas doses. 2011 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021