Exportar registro bibliográfico

Entre Oriente e Ocidente: as vozes das travessias em Amitav Ghosh (2011)

  • Authors:
  • Autor USP: RAMOS, REGIANE CORRÊA DE OLIVEIRA - FFLCH
  • Unidade: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLM
  • Subjects: LITERATURAS INDIANAS; LITERATURA DE EXPRESSÃO INGLESA; IDENTIDADE
  • Language: Português
  • Abstract: A literatura indiana de lingua inglesa desenvolveu uma identidade própria desde que o gênero romance foi levado para o subcontinente indiano pelos ingleses no século XIX. O encontro desse romance com as narrativas orais e as tradições locais favoreceu um tratamento diferente do tempo e do espaço nas obras. Esta disertação tem por objetivo analisar dois romances de Amitav Ghosh, The Shadow Lines (1988) e The Hungry Tide (2004), tendo como foco as questões relativas ao tempo e ao espaço, às fronteiras, às grandes e perquenas narrativas e às figuras femininas nelas retratadas. Ao ultrapassar os limites impostos pelos ideais nacionalistas e patriarcais, a mulher dos romances de Amitav Ghosh cruza as fronteiras culturais e sociais, rompendo com os padrões atribuídos a ela. Sua capacidade de transformar um espaço, vista antes como uma tribuição do homem, é folcalizada nas duas obras estudadas. Se Ghosh questiona as grandes narratibas em contraponto com as pequenas, as quais retratam as pessoas excluídas da historiografia oficial, e redefinem o papel da mulher na sociedade que atua, quais são os conflitos gerados por esse contraponto? O ato de cruzar das fronteiras é um espaço simbólico das transformações e rupturas originadas pela ação feminina ou elas não dependem da mulher? Na nossa apreciação, a agência política da mulher propicia tais transformações, devido às rupturas ligadas ao processo do deslocamento, e acontecem em dois níveis: no sujeito, na busca identitária dopertecimento, analisada no primeiro capítulo com o romance The Shadow Lines, e no da prática social pela agência do próprio sujeito, assim como apresentado no romance The Hungry Tide. Um dos tópicos analisados na dissertação é a representação da mulher como agente dessas rupturas por meio dos diferentes recursos textuais usados pelo narrador. Desde uma perspectiva da teoria pós -colonial, destacamos nas duas obras o uso de paralelismos históricos e sociais como via de entendimento dos dramas e lutas pessoais. Tendo a consciência de que todas as narrativas, sejam oficiais ou secundárias, caminham lado a lado estabelecendo relações conflituosas, ressaltando o papel das personagens femininas, cujos recorrentes deslocamentos questionam e problematizam os paradigmas sociais vigentes e constroem espaços simbólicos que se configuram pelo cruzamento de fronteiras geográficas e sócio-culturais
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 24.02.2011
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      RAMOS, Regiane Corrêa de Oliveira; IZARRA, Laura Patricia Zuntini de. Entre Oriente e Ocidente: as vozes das travessias em Amitav Ghosh. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8147/tde-20092011-093307/ >.
    • APA

      Ramos, R. C. de O., & Izarra, L. P. Z. de. (2011). Entre Oriente e Ocidente: as vozes das travessias em Amitav Ghosh. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8147/tde-20092011-093307/
    • NLM

      Ramos RC de O, Izarra LPZ de. Entre Oriente e Ocidente: as vozes das travessias em Amitav Ghosh [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8147/tde-20092011-093307/
    • Vancouver

      Ramos RC de O, Izarra LPZ de. Entre Oriente e Ocidente: as vozes das travessias em Amitav Ghosh [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8147/tde-20092011-093307/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021