Exportar registro bibliográfico

A tendencia antissocial em meninas: aspectos do funcionamento psíquico e do tratamento em instituição de saúde mental (2011)

  • Authors:
  • Autor USP: MARIN, LUCI MARA GARCEZ - IP
  • Unidade: IP
  • Sigla do Departamento: PSC
  • Subjects: DELINQUÊNCIA JUVENIL; FEMINILIDADE; PSICANÁLISE; ADOLESCENTES; SERVIÇOS DE SAÚDE MENTAL
  • Language: Português
  • Abstract: A literatura especializada privilegiou os estudos sobre a tendencia antissocial em meninos, em razão da maior incidencia e consequente visibilidade. A presente pesquisa segue uma tendencia atual de considerar as manifestações da tendencia antissocial no sexo feminino, em especial a mentira, o roubo e a fuga, tendo como objetivos compreender as diferenças de gênero e verificar a pertinência do atendimento multidisciplinar em instituição de saúde mental voltada para a infancia e adolescencia, o Caps infantil. O método empregado foi o clínico-qualitativo, desenvolvido por Turato (2010) e a fundamentação teórica psicanalítica, ressaltando-se as contribuições de Donald Winnicott (1956), o qual considera a tendencia antissocial como um sintoma voltado ao ambiente como expressão de esperança em recuperar uma situação positiva outrora experimentada e perdida. Foram descritos os atendimentos de duas adolescentes que apresentavam a tendencia antissocial e a partir deste material estabeleceram-se duas vertentes principais para a analise dos resultados: o funcionamento psíquico e o tratamento. Com relação ao funcionamento psíquico destacaram-se os sentimentos de rejeição e abandono em relação à figura materna, os quais teriam dificultado o processo de identificação com o feminino, levando-se em conta a reedição edípica e as vivencias psíquicas características da adolescencia. Foram observadas experiencias de negligência e violencia intrafamiliar, fatores desencadeantes da tendenciaantissocial, de modo similar aos achados de pesquisas referentes ao gênero masculino. No que se refere ao tratamento da tendencia antissocial na instituição, destacaram-se as técnicas de manejo e placement, consideradas fundamentais para a obtenção de resultados favoráveis para os casos estudados. Às manifestações da tendencia antissocial foram atribuídos sentidos diversos, a partir dos pontos de vista das adolescentes somados aos das contribuições psicanalíticas, as quais também proporcionaram uma compreensão dos aspectos transferenciais e contratransferenciais
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.04.2011
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MARIN, Luci Mara Garcez; SOUZA, Maria Abigail de. A tendencia antissocial em meninas: aspectos do funcionamento psíquico e do tratamento em instituição de saúde mental. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-12062011-204428/ >.
    • APA

      Marin, L. M. G., & Souza, M. A. de. (2011). A tendencia antissocial em meninas: aspectos do funcionamento psíquico e do tratamento em instituição de saúde mental. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-12062011-204428/
    • NLM

      Marin LMG, Souza MA de. A tendencia antissocial em meninas: aspectos do funcionamento psíquico e do tratamento em instituição de saúde mental [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-12062011-204428/
    • Vancouver

      Marin LMG, Souza MA de. A tendencia antissocial em meninas: aspectos do funcionamento psíquico e do tratamento em instituição de saúde mental [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-12062011-204428/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020