Exportar registro bibliográfico

Disposições culturais e analfabetismo no Brasil: histórias de exclusão educacional (2011)

  • Authors:
  • Autor USP: PUPO, VANESSA DE OLIVEIRA - FE
  • Unidade: FE
  • Sigla do Departamento: EDA
  • Subjects: EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS; FRACASSO ESCOLAR; DESIGUALDADES (EDUCAÇÃO); DESIGUALDADES SOCIAIS; ANALFABETISMO
  • Language: Português
  • Abstract: No entender do sociólogo francês Pierre Bourdieu, disposições culturais vêm a ser um conjunto de regras, incorporadas de maneira inconsciente pelos indivíduos, as quais perpassam os domínios éticos, estéticos, cognitivos e físicos. Como exemplo, podem ser citadas as disposições linguísticas, sexuais, religiosas e estéticas, que contém a nossa visão de mundo e o nosso posicionamento nele. As disposições produzem nossa visão de mundo e condicionam nossas tomadas de posição. Tais disposições são adquiridas através das experiências de vida e em instituições constituídas em nossa sociedade como a família e a escola. Embora não haja escritos específicos de Bourdieu com relação à Educação de Jovens e Adultos (EJA), acreditamos que as disposições culturais incorporadas acabam por ser fundamentais para influenciar a exclusão de um grande contingente de estudantes dos bancos escolares quando ainda são crianças, bem como consolidar trajetórias sociais desprovidas de escolaridade institucionalizada. Na presente dissertação procura-se investigar os condicionantes que determinaram o fracasso escolar e, supostamente, social, de um conjunto de jovens e adultos inseridos em salas de alfabetização das escolas municipais de Piracicaba, estado de São Paulo. Observa-se que a grande maioria dos pesquisados é proveniente de zonas rurais de distintos municípios da região e que mantinham situações de existência divergentes da ideologia urbana propagada nas escolas formais de ensino fundamental emmeados da segunda metade do século XX. Entendemos ser relevante o estudo do tema proposto, uma vez que a EJA surge em decorrência de um sistema social e escolar excludente que, através de sua ação pedagógica, modificou a trajetória de milhares de pessoas que buscam em tempos atuais o que não conseguiram na infância. Contudo, a escolarização é apenas uma das relações sociais das quais essas pessoas estão excluídas. Há o aprofundamento de uma exclusão marcada pela desigualdade. Por outro lado, a escola também pode ser considerada espaço de contradição e de superação das desigualdades sociais. Assim, a EJA pode representar subversão à lógica da exclusão, uma vez que historicamente a despossessão do capital escolar é presente nessas pessoas, e a procura pela escolarização na fase adulta pode representar uma forma de resistência
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.05.2011
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PUPO, Vanessa de Oliveira; CATANI, Afrânio Mendes. Disposições culturais e analfabetismo no Brasil: histórias de exclusão educacional. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-10082011-133529/ >.
    • APA

      Pupo, V. de O., & Catani, A. M. (2011). Disposições culturais e analfabetismo no Brasil: histórias de exclusão educacional. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-10082011-133529/
    • NLM

      Pupo V de O, Catani AM. Disposições culturais e analfabetismo no Brasil: histórias de exclusão educacional [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-10082011-133529/
    • Vancouver

      Pupo V de O, Catani AM. Disposições culturais e analfabetismo no Brasil: histórias de exclusão educacional [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-10082011-133529/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021