Exportar registro bibliográfico

Avaliação dos efeitos locais na composição química de águas de chuva nas cidades de São Paulo e Cubatão (2011)

  • Authors:
  • Autor USP: SILVA FILHO, MARCELO VIEIRA DA - IAG
  • Unidade: IAG
  • Sigla do Departamento: ACA
  • Subjects: CHUVA; ÍONS; POLUIÇÃO ATMOSFÉRICA; AEROSSOL; SÃO PAULO
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho avaliou a deposição úmida de duas localidades da cidade de São Paulo (Universidade Presbiteriana Mackenzie localizada na região central e no IAG/USP loclizado na zona oeste de São Paulo) e uma localidade pertencente ao município de Cubatão (CEPEMA), na baixada santista. O período de estudo compreendeu os meses de junlho/2009 a agosto/2010 para o IAG/USP e Cubatão; enquanto que o conjunto amostral no Mackenzie é referente ao período de julho de 2002 a outubro de 2008. A partir da comparação com dados climatológicos verificaram-se para ambas as regiões que o ano de 2009 teve um inverno ano de 2010 apresentou um verão seco. Observaram-se diferentes faixas de concentrações médias ponderadas por volume (MPV) dos íons majoritários para cada região: Cubatão, onde os íons dominantes foram : (60,3 µmol Lˉ¹), sódio (51,4 µmol Lˉ¹), sulfato (24,0 µmol Lˉ¹) amônio (23,3 µmol Lˉ¹) e nitrato 17,4 µmol Lˉ¹); enquanto que na região do IAG/USP os íons dominantes foram: amônio (25,5 µmol Lˉ¹) e nitrato (16,3 µmol Lˉ¹). Obtiveram-se valores médios de pH em água de chuva de 4,8 e 5,3 em Cubatão e São Paulo respectivamente. Registraram-se 12 eventos (em 99) de chuvas ácidas em Cubatão e apenas um entre 59 eventos no IAG/USP. Estimou-se a contribuição marinha para os íons Ca+, Na+, Mg²+, K+, 'C IOTA' e SO IND.4 POT.2-' observou-se que o íon de referência mais adequado para tal estimativa em São Paulo foi o sódio, entretanto para cubatão o íon mais adequado foi o magnésio. A partir destas premissas pode se destacar que os íons potássio, cálcio e sulfato apresentaram baixa influência marinha em ambas as regiões (<11%), entretanto, o íon cloreto apresentou grande contribuição marinha (>63%) para os dois municípios. A análise estatística multivariada para São Paulo destacou o papel da relação entre íon amônio com sulfato e nitrato no processo de neutralização da acidez (Continuação)(Continua) da atmosfera; além da relação da brisa marítima com as concentrações dos íons sódio e cloreto, principalmente no período chuvoso. Ressalta-se também que a contribuição de sódio e cloreto não foi unicamente oceânica e que processos antrópicos e/ou naturais continentais desconhecidos contribuíram para estas concentrações.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.04.2011

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA FILHO, Marcelo Vieira da; FORNARO, Adalgiza. Avaliação dos efeitos locais na composição química de águas de chuva nas cidades de São Paulo e Cubatão. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011.
    • APA

      Silva Filho, M. V. da, & Fornaro, A. (2011). Avaliação dos efeitos locais na composição química de águas de chuva nas cidades de São Paulo e Cubatão. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Silva Filho MV da, Fornaro A. Avaliação dos efeitos locais na composição química de águas de chuva nas cidades de São Paulo e Cubatão. 2011 ;
    • Vancouver

      Silva Filho MV da, Fornaro A. Avaliação dos efeitos locais na composição química de águas de chuva nas cidades de São Paulo e Cubatão. 2011 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021