Exportar registro bibliográfico

Efeitos da temperatura nas emissões gasosas no processo de incineração de resíduos (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: SILVA, MARIO LUCIO CRISTOVAM - EESC
  • Unidade: EESC
  • Sigla do Departamento: SEM
  • Subjects: INCINERAÇÃO DE RESÍDUOS URBANOS; RESÍDUOS SÓLIDOS; PROCESSOS QUÍMICOS; TEMPERATURA
  • Language: Português
  • Abstract: A geração de resíduos sólidos é uma das grandes conseqüencias do desenvolvimento humano. Com as novas tecnologias disponíveis os processos químicos estão cada vez mais elaborados. Novas moléculas e compostos são formulados com rapidez, gerando resíduos diferentes e por vezes complexos. A minimização destes resíduos, na moderna indústria química, nasce no seu desenvolvimento, mas a parte final não passível de recuperação tem que ser tratada ou destruída de forma a causar o menor impacto possível ao meio ambiente. Este trabalho busca a minimização da emissão de poluentes através do estudo dos efeitos da temperatura no processo de incineração de resíduos sólidos provenientes de uma indústria química de base. O conhecimento sobre as conseqüências de emissões ligadas a variação de temperatura em um incinerador é fator chave para a redução das emissões, permitindo uma operação segura e com menor impacto sobre o meio ambiente. Neste trabalho estudou-se a destruição térmica de três tipos diferentes de resíduos, madeira, papelão e plástico, todos contaminados com compostos químicos diversos gerados na fabricação de produtos. Os mesmos são basicamente embalagens contaminadas não passiveis de reaproveitamento ou reciclagem. O incinerador é de câmara estática, tem sistema de limpeza dos gases composto por multiciclone, ciclone, torre de resfriamento, filtro de mangas e lavador alcalino de gases e trabalha com temperatura de 800 a 1100°C. Os testes foram trabalhados com três faixas de temperaturas, sendo 750°C, 900°C e 1050°C , com os resíduos sendo alimentados manualmente na câmara primária. Foram instalados analisadores para 'CO', 'CO IND.2', 'O IND.2', NOx, THC, material particulado e gases ácidos ('H'CL') na chaminé delançamento para atmosfera e os gases foram monitorados continuamente no tempo com as diferentes temperaturas. Trabalhou-se com os resíduos individualmente analisando os resultados de cada um aplicados a diferentes temperaturas. Os resultados mostraram que a temperatura ideal de trabalho foi a de 900°C, apresentando menores picos de emissões e melhor controle operacional para o tipo de incinerador usado
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.12.2010

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA, Mário Lúcio Cristovam; PAGLIUSO, Josmar Davilson. Efeitos da temperatura nas emissões gasosas no processo de incineração de resíduos. 2010.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2010.
    • APA

      Silva, M. L. C., & Pagliuso, J. D. (2010). Efeitos da temperatura nas emissões gasosas no processo de incineração de resíduos. Universidade de São Paulo, São Carlos.
    • NLM

      Silva MLC, Pagliuso JD. Efeitos da temperatura nas emissões gasosas no processo de incineração de resíduos. 2010 ;
    • Vancouver

      Silva MLC, Pagliuso JD. Efeitos da temperatura nas emissões gasosas no processo de incineração de resíduos. 2010 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021