Exportar registro bibliográfico

Estudo dos genes NDRG1, Par-4, osteonectina e pontina, em tecido mamário hiperplásico através de técnica de imunohistoquímica (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BARBOZA, REGINA FELIPPE - FM
  • Unidades: FM
  • Sigla do Departamento: MDR
  • Subjects: NEOPLASIAS MAMÁRIAS; DOENÇAS MAMÁRIAS; EXPRESSÃO GÊNICA; PROTO-ONCOGENES; GLICOPROTEÍNAS; GENES SUPRESSORES DE TUMOR
  • Language: Português
  • Abstract: INTRODUÇÃO: O câncer de mama é uma das mais importantes causas de mortalidade feminina no mundo. Acredita-se que as lesões proliferativas do parênquima mamário sejam marcadoras de risco para câncer ou precursoras do carcinoma mamário. Apesar da intensa pesquisa na área do câncer de mama, os eventos moleculares precoces associados à evolução e progressão do câncer mamário ainda são pouco conhecidos. OBJETIVOS: Com a expectativa de melhor compreender os eventos iniciais da carcinogênese mamária examinamos um conjunto de oitenta e quarto lesões proliferativas mamárias quanto à expressão dos genes N-myc down regulated gene (NDRG1), Prostate Apoptosis Response-4 (PAR-4), Osteonectina e Pontina. A expressão destes genes foi documentada, por trabalhos prévios em nosso laboratório ou por estudos de outros autores, como tendo impacto na evolução do câncer de mama. MÉTODOS: Construímos um TMA com lesões proliferativas da mama e testamos este TMA por método imunohistoquímico para Ndrg1, Par-4, Osteonectina e Pontina, bem como para o receptor de estrógeno e citoqueratinas de alto e baixo peso molecular, com o objetivo de caracterizar as lesões presentes no TMA. A avaliação imunohistoquímica foi feita de forma quantitativa, com o aplicativo e sistema de análise quantitativa para TMA ACIS III, da Dako. RESULTADOS: Após excluirmos amostras não informativas, contamos com 68 amostras de lesões proliferativas mamárias para análise. Nestas, observamos uma notável positividade de NDRG1, em lesões com morfologia apócrina. Observamos ainda alta expressão de NDRG1 em lesões proliferativas mamárias, quando comparadas aos outros tipos de lesões presentes no TMA. Pontina exibiu os mais altos valores de expressão nos casos de lesões proliferativas mamárias, com valor de p estatisticamente significativo. A expressão de PAR-4 foi predominantemente nuclear nas lesões mamárias analisadas no TMA. Osteonectina teve expressãodiferenciada no epitélio de lesões hiperplásicas da mama, papilomas e papilomas de pequenos ductos, quando comparada às outras lesões presentes no TMA. CONCLUSÕES: Nossos resultados sugerem uma possível associação entre a expressão de NDRG1 e diferenciação apócrina no parênquima mamário. Esta observação está de acordo com os dados publicados a respeito da superexpressão de NDRG1 e a assinatura apócrina molecular de alguns carcinomas de mama. Também demonstramos superexpressão de NDRG1 em condições hiperproliferativas do parênquima mamário, não associadas à diferenciação apócrina. Até o momento não há informações na literatura que possam explicar a translocação nuclear de Par-4 em lesões benignas da mama observada em nosso estudo. Nossos achados fornecem pela primeira vez evidências de que PAR-4 é ativado em lesões proliferativas da mama, indicando a necessidade de estudos futuros dirigidos à investigação das funções de PAR-4 em tecido mamário não neoplásico. O presente trabalho também indicou uma possível ação coordenada entre a expressão de Osteonectina e NDRG1, pelo menos em lesões apócrinas mamárias. A expressão estromal de Osteonectina pareceu ser menos frequente em lesões mamárias com arquitetura papilífera, quando comparadas a lesões mamárias com tendência a recapitular a arquitetura lobular
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 06.05.2011

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BARBOZA, Regina Felippe; NAGAI, Maria Aparecida. Estudo dos genes NDRG1, Par-4, osteonectina e pontina, em tecido mamário hiperplásico através de técnica de imunohistoquímica. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5155/tde-04082011-133848/ >.
    • APA

      Barboza, R. F., & Nagai, M. A. (2011). Estudo dos genes NDRG1, Par-4, osteonectina e pontina, em tecido mamário hiperplásico através de técnica de imunohistoquímica. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5155/tde-04082011-133848/
    • NLM

      Barboza RF, Nagai MA. Estudo dos genes NDRG1, Par-4, osteonectina e pontina, em tecido mamário hiperplásico através de técnica de imunohistoquímica [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5155/tde-04082011-133848/
    • Vancouver

      Barboza RF, Nagai MA. Estudo dos genes NDRG1, Par-4, osteonectina e pontina, em tecido mamário hiperplásico através de técnica de imunohistoquímica [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5155/tde-04082011-133848/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020