Exportar registro bibliográfico

Avaliação do acurácia de Test of Infant Motor Performance e da ultrassonografia de crânio no prognóstico neurológico de recém-nascido pré-termo de risco (2011)

  • Authors:
  • Autor USP: GONçALVES, HELENA - FM
  • Unidade: FM
  • Sigla do Departamento: MNE
  • Subjects: CRÂNIO (ULTRASSONOGRAFIA); PARALISIA CEREBRAL; RECÉM-NASCIDO DE MUITO BAIXO PESO; ATIVIDADE MOTORA; AVALIAÇÃO DE PROCESSOS E RESULTADOS; VALIDADE DO TESTE; SENSIBILIDADE E ESPECIFICIDADE
  • Language: Português
  • Abstract: Objetivo: Verificar a acurácia do Test of Infant Motor Performance (TIMP) e da ultrassonografia de crânio (USC) no diagnóstico neurológico precoce após os 10 meses de idade corrigida em recém-nascidos pré-termo (RNPT) Metodologia: Amostra não aleatória constituída por 59 RNPT (idade gestacional ao nascimento 32 semanas ou peso ao nascimento 1500 gramas) seguidos em média até os 12 meses de idade corrigida. Os resultados da USC foram agrupados em 3 intervalos: 1) de 0 a 15 dias, 2) de 16 a 30 dias e 3) de 31 a 45 dias. Os achados da USC foram classificados em normal e anormal (anormalidades moderada e grave). O TIMP foi aplicado mensalmente, do primeiro retorno após a alta hospitalar até o 4° mês de idade corrigida. As avaliações foram agrupadas em 5 intervalos, correspondentes às avaliações antes do termo, 1°, 2°, 3° e 4° meses de idade corrigida. Os resultados do TIMP foram classificados em normal (média e média baixa) ou anormal (abaixo da média e muito abaixo da média). A avaliação neurológica foi realizada em média aos 12 meses de idade corrigida, e usada como padrão-ouro. Foram calculados os valores de sensibilidade, especificidade e valores preditivos positivos (VPP) e negativos (VPN) para o TIMP e para a USC neonatal. Resultados: A paralisia cerebral foi diagnosticada em 6 crianças. Observamos que a USC apresentou alta sensibilidade (> 70%) assim como altos VPN (>88%) em todos os intervalos. Para a USC, especificidade e VPP foram baixos em todos os intervalos. A sensibilidade do TIMP foi baixa, exceto para o intervalo 0, e os VPP foram baixos em todas as idades. A escala TIMPapresentou alta especificidade (75%, 85%) no 3° e 4° meses e altos VPN (> 77%) em todos os intervalos. Conclusão: Concluímos que os RNPT com pontuação normal no 3° e 4° meses do TIMP tem grandes chances de não desenvolver PC enquanto que RNPT com anormalidades graves e persistentes à USC tem maiores chances de um prognóstico neurológico anormal
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 31.05.2011
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GONÇALVES, Helena; GHERPELLI, José Luiz Dias. Avaliação do acurácia de Test of Infant Motor Performance e da ultrassonografia de crânio no prognóstico neurológico de recém-nascido pré-termo de risco. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-27072011-173135/ >.
    • APA

      Gonçalves, H., & Gherpelli, J. L. D. (2011). Avaliação do acurácia de Test of Infant Motor Performance e da ultrassonografia de crânio no prognóstico neurológico de recém-nascido pré-termo de risco. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-27072011-173135/
    • NLM

      Gonçalves H, Gherpelli JLD. Avaliação do acurácia de Test of Infant Motor Performance e da ultrassonografia de crânio no prognóstico neurológico de recém-nascido pré-termo de risco [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-27072011-173135/
    • Vancouver

      Gonçalves H, Gherpelli JLD. Avaliação do acurácia de Test of Infant Motor Performance e da ultrassonografia de crânio no prognóstico neurológico de recém-nascido pré-termo de risco [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-27072011-173135/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021