Exportar registro bibliográfico

Análise de estatinas em plasma humano por cromatografia gasosa acoplada à espectrometria de massas utilizando SPME e derivatização in situ no preparo de amostra (2011)

  • Authors:
  • Autor USP: SATTOLO, NATALIA MEINL SCHMIEDT - IQSC
  • Unidade: IQSC
  • Subjects: CROMATOGRAFIA; FÁRMACOS; PLASMA
  • Language: Português
  • Abstract: A monitorização terapêutica permite a individualização do regime de dosagem, assegurando a eficácia clínica e minimizando os efeitos adversos dos fármacos prescritos. Atualmente, as estatinas têm sido monitoradas pois, embora eficazes e muito utilizadas, apresentam alguns efeitos adversos não desejáveis. Os métodos convencionais mais empregados no tratamento de amostras biológicas, para análise de estatinas utilizando técnicas cromatográficas, têm sido a extração líquido-líquido (LLE) e a extração em fase sólida (SPE). A microextração em fase sólida (SPME), uma importante tendência na miniaturização dessas técnicas, integra a amostragem, a extração e a concentração dos analitos em uma única etapa, e quando usada em combinação com sistemas analíticos gera análises mais rápidas, com menor consumo de solvente e livre de interferentes. Neste trabalho, as técnicas SPME e cromatografia gasosa acoplada à espectrometria de massas (GC-MS) foram avaliadas para a análise simultânea de estatinas em amostras de plasma para fins de monitorização terapêutica. As condições de extração e derivatização foram otimizadas empregando planejamento experimental e avaliando a influência dos principais parâmetros envolvidos. A extração foi realizada utilizando fibras de PDMS-DVB, e a dessorção feita termicamente no injetor de um cromatógrafo a gás. O método desenvolvido foi validado segundo normas da ANVISA, apresentando linearidade na faixa de 20 a 500 ng.mL-1, precisão com coeficientes de variação menor que 14% e recuperação relativa de 20 a 40%. Concluída a validação analítica, a metodologia proposta foi aplicada em amostras reais de plasma de pacientes em terapia com simvastatina concedidas pelo Laboratório Médico Dr. Maricondi e pela Casa de Saúde de São Carlos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.03.2011
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SATTOLO, Natalia Meinl Schmiedt Sattolo; LANÇAS, Fernando Mauro. Análise de estatinas em plasma humano por cromatografia gasosa acoplada à espectrometria de massas utilizando SPME e derivatização in situ no preparo de amostra. 2011.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/75/75132/tde-19052011-101410/pt-br.php >.
    • APA

      Sattolo, N. M. S. S., & Lanças, F. M. (2011). Análise de estatinas em plasma humano por cromatografia gasosa acoplada à espectrometria de massas utilizando SPME e derivatização in situ no preparo de amostra. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/75/75132/tde-19052011-101410/pt-br.php
    • NLM

      Sattolo NMSS, Lanças FM. Análise de estatinas em plasma humano por cromatografia gasosa acoplada à espectrometria de massas utilizando SPME e derivatização in situ no preparo de amostra [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/75/75132/tde-19052011-101410/pt-br.php
    • Vancouver

      Sattolo NMSS, Lanças FM. Análise de estatinas em plasma humano por cromatografia gasosa acoplada à espectrometria de massas utilizando SPME e derivatização in situ no preparo de amostra [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/75/75132/tde-19052011-101410/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020