Exportar registro bibliográfico

A escrita e o afeto: o impulso de João Guimarães Rosa em seu Corpo de Baile (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SANTOS, WAGNER DIAS DOS - FE
  • Unidades: FE
  • Sigla do Departamento: EDM
  • Subjects: LINGUAGEM; LITERATURA; ESCRITA; AFEIÇÃO; SUBLIMAÇÃO
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho faz referências às relações entre o afeto e a escrita, tomando como modelo o impulso criativo de João Guimarães Rosa, um dos grandes autores da literatura brasileira. Parto do pressuposto que o escritor de Corpo de baile (1956) se expõe deliberadamente aos afetos como fonte de conhecimento, forma de criação e de sustentação de sua arte. Assim, destaco de sua produção textual algumas anotações de viagem (manuscritos), cartas e intenções que antecedem a obra literária. Das publicações, são analisadas duas novelas de Corpo de baile: O recado do morro e Uma estória de amor. Sirvo-me dos conceitos de pulsão, sublimação, cadeia significante e transliteração, ligados à psicanálise freudo-lacaniana, para evidenciar que Guimarães Rosa constrói um particular diálogo com os estímulos do mundo. Pretendo argumentar a favor de uma hipótese segundo a qual a escrita deste autor vem de seu corpo, conforme as marcas ou os cortes que incidiram em sua vida, mas, sobretudo, pela sua peculiar disposição em se deixar inscrever pela linguagem a partir dos afetos. Neste trabalho fica a intenção de responder à seguinte pergunta de pesquisa: como João Guimarães Rosa organiza o percurso de criação de duas de suas novelas de Corpo de baile, visando a ser afetado pelas experiências vividas ao longo do período de preparação dos originais de forma a, no momento da escrita, transmudá-las para a ficção? Deste modo, ressalto nesta dissertação os seguintes objetivos específicos: a) a descrição dealguns recursos utilizados por João Guimarães Rosa, quando ele organiza seu percurso de escrita; b) o uso de uma teoria que considere a pulsão e o afeto como molas propulsoras para a invenção de um processo de criação. Trata-se, portanto, de apontar para o modo singular de um autor se deixar inscrever pela linguagem, situandose num posicionamento metódico e paciente na apreensão da palavra, da poética
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 14.03.2011

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANTOS, Wagner Dias dos; RIOLFI, Claudia Rosa. A escrita e o afeto: o impulso de João Guimarães Rosa em seu Corpo de Baile. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-15062011-124446/ >.
    • APA

      Santos, W. D. dos, & Riolfi, C. R. (2011). A escrita e o afeto: o impulso de João Guimarães Rosa em seu Corpo de Baile. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-15062011-124446/
    • NLM

      Santos WD dos, Riolfi CR. A escrita e o afeto: o impulso de João Guimarães Rosa em seu Corpo de Baile [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-15062011-124446/
    • Vancouver

      Santos WD dos, Riolfi CR. A escrita e o afeto: o impulso de João Guimarães Rosa em seu Corpo de Baile [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-15062011-124446/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020