Exportar registro bibliográfico


Metrics:

Atividade de montagem estrutural de aeronaves e fatores associados à capacidade para o trabalho e fadiga (2011)

  • Authors:
  • Autor USP: MENEGON, FABRÍCIO AUGUSTO - FSP
  • Unidade: FSP
  • Sigla do Departamento: HSA
  • DOI: 10.11606/T.6.2011.tde-25052011-185842
  • Subjects: AERONAVES (CONSTRUÇÃO); AVALIAÇÃO DA CAPACIDADE DE TRABALHO; ERGONOMIA NO TRABALHO; FADIGA NO TRABALHO; CARACTERÍSTICAS DO TRABALHO; MODO DE VIDA; CONDIÇÕES DE SAÚDE; QUESTIONÁRIOS
  • Language: Português
  • Abstract: Objetivo: analisar o trabalho de montagem estrutural de aeronaves e os fatores associados à capacidade para o trabalho e a fadiga, relacionados às cargas de trabalho, condições de vida e estilos de vida, entre trabalhadores da indústria aeronáutica brasileira. Método: foram avaliados 552 operadores de montagem estrutural de aeronaves. Os participantes responderam a questionários padronizados sobre: condições de vida, condições de trabalho, hábitos e estilos de vida, sono, sintomas ósteomusculares, capacidade para o trabalho (ICT) e fadiga. Foram realizadas observações das tarefas de trabalho de montagem estrutural de aeronaves para a elaboração de uma descrição do trabalho e avaliação das demandas de trabalho. Foram elaboradas descrições detalhadas das tarefas observadas e das demandas de trabalho identificadas para a composição de uma análise da situação de trabalho de montagem estrutural de aeronaves. Os dados coletados dos questionários foram submetidos a análises de regressão logística univariada e multivariada. Foram obtidos os valores das razões de chance (OR), brutos e ajustados, e seus respectivos intervalos de confiança (IC 95 por cento ). O nível de significância estabelecido para as análises foi de p<0,05. Resultados: o trabalho de montagem estrutural de aeronaves apresentou demandas no campo físico, cognitivo e organizacional, caracterizadas, principalmente, por: adoção de posturas de trabalho desconfortáveis, restrições de espaço de trabalho, tratamento e interpretação de informações detalhadas, alta exigência técnica, gestão do tempo de trabalho, regulação no trabalho, variabilidade no trabalho e pressão temporal. Foi observada prevalência de 11 por cento para o ICT inadequado entre os trabalhadores de montagem estrutural de aeronaves.A maioria dos casos observados (82 por cento ) ocorreu em trabalhadores jovens, com idade de até 34 anos. Os fatores de associação positiva ao ICT inadequado foram: ser do sexo feminino, ter fadiga referida, ter sonolência no trabalho, ter distúrbios de sono, ter insônia, tempo de trabalho na empresa maior que cinco anos, tempo de trabalho na montagem estrutural maior que cinco anos, trabalhar nos locais de junção/complementação, maior esforço mental no trabalho, não ter auxílio no trabalho doméstico e falta de tempo para cuidados pessoais. Os fatores de associação negativa ao ICT inadequado foram: menor responsabilidade pela renda familiar e prática regular de exercícios físicos nos dias de folga. Os fatores de associação positiva à fadiga referida foram: falta de tempo para repouso durante a semana, ser do sexo feminino, ter conflito com superiores, trabalhar nos locais de junção/complementação, tempo de trabalho na empresa maior que cinco anos, ter referido sintomas ósteomusculares nos últimos 12 meses, ingerir cafeína antes de dormir, ter insônia e ter distúrbios de sono. Os fatores de associação negativa à fadiga referida foram: prática regular de exercícios físicos nos dias de folga, ter idade superior a 35 anos, executar trabalho de baixo desgaste e executar trabalho passivo. Conclusões: o trabalho de montagem estrutural de aeronaves apresenta demandas físicas e cognitivas bem definidas, que dependem da tarefa realizada, mas impões sobrecargas aos trabalhadores. Há múltiplos fatores relacionados às condições de vida, condições de trabalho, hábitos, estilos de vida e condições de saúde, associados ao ICT inadequado e à fadiga referida no trabalho de montagem estrutural de aeronaves. Esses fatores concorrem e se inter relacionam no estabelecimento do risco ou proteção para a capacidade para o trabalho e fadiga.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.05.2011
  • Acesso à fonteDOI
    Informações sobre o DOI: 10.11606/T.6.2011.tde-25052011-185842 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de acesso aberto
    • Este artigo é de acesso aberto
    • URL de acesso aberto
    • Cor do Acesso Aberto: gold
    • Licença: cc-by-nc-sa

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MENEGON, Fabrício Augusto; FISCHER, Frida Marina. Atividade de montagem estrutural de aeronaves e fatores associados à capacidade para o trabalho e fadiga. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < https://doi.org/10.11606/T.6.2011.tde-25052011-185842 > DOI: 10.11606/T.6.2011.tde-25052011-185842.
    • APA

      Menegon, F. A., & Fischer, F. M. (2011). Atividade de montagem estrutural de aeronaves e fatores associados à capacidade para o trabalho e fadiga. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de https://doi.org/10.11606/T.6.2011.tde-25052011-185842
    • NLM

      Menegon FA, Fischer FM. Atividade de montagem estrutural de aeronaves e fatores associados à capacidade para o trabalho e fadiga [Internet]. 2011 ;Available from: https://doi.org/10.11606/T.6.2011.tde-25052011-185842
    • Vancouver

      Menegon FA, Fischer FM. Atividade de montagem estrutural de aeronaves e fatores associados à capacidade para o trabalho e fadiga [Internet]. 2011 ;Available from: https://doi.org/10.11606/T.6.2011.tde-25052011-185842

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021