Exportar registro bibliográfico

Comparação da estabilidade do tratamento da má oclusão de Classe II subdivisão realizado com extração de três e quatro pré-molares (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: ARAKI, JANINE DELLA VALLE - FOB
  • Unidade: FOB
  • Sigla do Departamento: BAO
  • Subjects: RECIDIVA; EXTRAÇÃO DENTÁRIA; OCLUSÃO DENTÁRIA; ASSIMETRIA FACIAL; MALOCLUSÃO DE ANGLE CLASSE II (TRATAMENTO)
  • Language: Português
  • Abstract: Diante da indicação do tratamento da Classe II subdivisão com extrações dentárias, existe a alternativa de extrair três ou quatro pré-molares. Estes protocolos atuam diferentemente na relação molar porque o tratamento com três extrações mantém a relação molar de Classe II em um dos lados e a de Classe I no outro e o tratamento com quatro extrações busca atingir uma relação molar de Classe I bilateral, corrigindo a relação molar de Classe II presente no início do tratamento. Considerando-se que o sucesso do tratamento ortodôntico está relacionado com a manutenção das alterações promovidas, em longo prazo, e que alguns autores questionam a estabilidade do término com relação molar de Classe II, julgou-se pertinente comparar a estabilidade dos resultados promovidos por estes dois protocolos. Para tanto, foram selecionados 162 pares de modelos de gesso de 52 pacientes Classe II subdivisão, correspondentes a três estágios distintos: pré-tratamento (T1), pós-tratamento (T2) e de observação pós-tratamento (T3), ou seja, confeccionados 6,9 anos, em média, após o término do tratamento. O grupo 1 foi composto pelos modelos de gesso de 24 pacientes tratados com três extrações e com idade média de 13,54 anos (9,50 a 21,06) no pré-tratamento, de 17,03 anos (14,42 a 25,11) no pós-tratamento e de 23,45 anos (18,33 a 29,87) no estágio de observação pós-tratamento e o grupo 2 compreendeu os modelos de gesso de 28 pacientes tratados com quatro extrações e com idade média de 13,33 anos (10,51 a 15,68) no pré-tratamento, de 16,31 anos (14,01 a 20,86) no pós-tratamento e de 23,70 anos (17,18 a 35,16) no estágio de observação pós-tratamento. Calculou-se os valores dos índices oclusais PAR e IPT para todos os pares de modelos de gesso e, a partir deles, calculou-se as alterações do tratamento e pós-tratamento. O teste t independente foi empregado para acomparação entre os grupos das idades e dos valores dos índices oclusais PAR e IPT nos três estágios de avaliação, dos tempos de tratamento e de observação pós-tratamento, bem como das alterações ocorridas durante o tratamento e no período pós-tratamento, dos percentuais de melhora e de recidiva. A avaliação da estabilidade foi realizada pela subtração dos valores dos índices PAR e IPT pós-tratamento dos valores do estágio de observação pós- tratamento (PAR3-PAR2 e IPT3-IPT2), sendo que quanto maior a diferença, maior foi a recidiva. Os resultados não apontaram diferenças entre os grupos em nenhuma das variáveis estudadas. Desta forma, verificou-se que a estabilidade dos resultados do tratamento da Classe II subdivisão realizado com três ou quatro extrações é semelhante.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.08.2010
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ARAKI, Janine Della Valle; JANSON, Guilherme dos Reis Pereira. Comparação da estabilidade do tratamento da má oclusão de Classe II subdivisão realizado com extração de três e quatro pré-molares. 2010.Universidade de São Paulo, Bauru, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25134/tde-02062011-153826/pt-br.php >.
    • APA

      Araki, J. D. V., & Janson, G. dos R. P. (2010). Comparação da estabilidade do tratamento da má oclusão de Classe II subdivisão realizado com extração de três e quatro pré-molares. Universidade de São Paulo, Bauru. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25134/tde-02062011-153826/pt-br.php
    • NLM

      Araki JDV, Janson G dos RP. Comparação da estabilidade do tratamento da má oclusão de Classe II subdivisão realizado com extração de três e quatro pré-molares [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25134/tde-02062011-153826/pt-br.php
    • Vancouver

      Araki JDV, Janson G dos RP. Comparação da estabilidade do tratamento da má oclusão de Classe II subdivisão realizado com extração de três e quatro pré-molares [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25134/tde-02062011-153826/pt-br.php


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021