Exportar registro bibliográfico

Subsídios para a delimitação e planejamento territorial da zona de amortecimento do parque estadual turístico do Alto Ribeira (PETAR) (2011)

  • Authors:
  • Autor USP: RITTL, TATIANA FRANCISCHINELLI - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LSN
  • Subjects: ÁREAS DE CONSERVAÇÃO (PROTEÇÃO); BACIA HIDROGRÁFICA (CONSERVAÇÃO); CONSERVAÇÃO DO SOLO; PARQUES ESTADUAIS; PLANEJAMENTO TERRITORIAL; USO DO SOLO (PLANEJAMENTO)
  • Language: Português
  • Abstract: As unidades de conservação (UC) são áreas com características naturais relevantes, com limites definidos e com o objetivo de proteção e preservação da natureza, sendo admitido apenas o uso indireto dos seus recursos naturais, o qual deve compatibilizar a conservação da natureza com o uso sustentável de parcela dos seus recursos naturais. As áreas em volta das UCs são estratégicas para a proteção da biodiversidade e para o desenvolvimento sustentável da população local. Entretanto, é necessário que hajam restrições e limites ao uso e ocupação do solo nos locais da circunvizinhança, para reduzir a influência dos impactos negativos na biodiversidade das áreas protegidas. O objetivo do presente estudo é fornecer embasamento técnico para a determinação de critérios que definam a extensão, o uso e a ocupação da zona de amortecimento (ZA) do Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira (PETAR). Para isto foram elaborados critérios que definem: a) a extensão da zona de amortecimento e b) a utilização da zona de amortecimento. A definição da extensão da zona de amortecimento do PETAR baseou-se na delimitação das microbacias hidrográficas cujos cursos de água drenam para dentro do parque e na aproximação dos vetores antrópicos ao limite do parque. Os critérios que definiram o uso e ocupação da paisagem na zona de amortecimento foram baseados na vulnerabilidade à erosão do solo. Conclui-se que a zona de amortecimento de 10 quilômetros contempla os critérios aqui usados, abrangendo o limite das microbacias hidrográficas e os grandes fragmentos florestais. Entretanto a qualidade do parque está ameaçada pela expansão da agricultura, mineração, extração ilegal de palmito e silvicultura. A expansão dessas atividades ocorre de forma irregular em áreas de alta vulnerabilidades à erosão e coloca em risco a manutenção da qualidade do bioma protegido
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.04.2011
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      RITTL, Tatiana Francischinelli; COOPER, Miguel. Subsídios para a delimitação e planejamento territorial da zona de amortecimento do parque estadual turístico do Alto Ribeira (PETAR). 2011.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11140/tde-24052011-142630/ >.
    • APA

      Rittl, T. F., & Cooper, M. (2011). Subsídios para a delimitação e planejamento territorial da zona de amortecimento do parque estadual turístico do Alto Ribeira (PETAR). Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11140/tde-24052011-142630/
    • NLM

      Rittl TF, Cooper M. Subsídios para a delimitação e planejamento territorial da zona de amortecimento do parque estadual turístico do Alto Ribeira (PETAR) [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11140/tde-24052011-142630/
    • Vancouver

      Rittl TF, Cooper M. Subsídios para a delimitação e planejamento territorial da zona de amortecimento do parque estadual turístico do Alto Ribeira (PETAR) [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11140/tde-24052011-142630/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021