Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Mortalidade perinatal na região de Ribeirão Preto: evolução, completude da informação e características segundo campo de saúde (2011)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BARBUSCIA, DENISE MACHADO - FMRP
  • Unidades: FMRP
  • Sigla do Departamento: RMS
  • Subjects: MORTALIDADE PERINATAL; MORTALIDADE FETAL
  • Language: Português
  • Abstract: A mortalidade perinatal é um tema emergente na saúde da criança à medida que os óbitos de menores de um ano concentram-se nos primeiros dias de vida. O objetivo deste trabalho foi descrever a mortalidade perinatal de residentes na área de cobertura do Departamento Regional de Saúde de Ribeirão Preto (DRS XIII) segundo Colegiados: Aqüífero Guarani, Horizonte Verde e Vale das Cachoeiras, no período de 2000 a 2007. Trata-se de um estudo longitudinal, descritivo e retrospectivo, com unidades ecológicas. Avaliou-se a completude dos campos da Declaração de Nascido Vivo (DN) e da Declaração de Óbito (DO), a evolução dos coeficientes de mortalidade perinatal (CMP), neonatal precoce (CMNNP) e fetal (CMF) segundo sexo, duração da gestação e Colegiados de residência do DRS XIII - Ribeirão Preto. Descreveu-se o CMNNP especifico por peso ao nascer, idade da mãe, tipo de gravidez e de parto e o CMP por causa básica de morte. As características dos óbitos foram discutidas a partir do modelo de campo de saúde nas quatro dimensões de causalidade. Verificou-se bom preenchimento da DN e elevada proporção de ausência de informação na DO, caracterizando preenchimento precário ou regular. O CMP mostrou-se elevado nos prematuros e no sexo masculino. O CMNNP foi maior nas crianças de baixo peso ao nascer e na circunstância de gravidez múltipla. Em 2004, esse indicador foi duas vezes mais elevado para filhos de mães adolescentes do que nas demais faixas etárias. Houve predomínio de óbitos devido a causas originadas no período perinatal (80%), seguido das anomalias congênitas. Entre 2000 e 2007, o CMP calculado para toda a região passou de 18,2 para 14,8 óbitos por mil nascimentos, representando redução de 18,7%. Observou-se maior diminuição do CMP e do CMF nos Colegiados Vale das Cachoeiras e Horizonte Verde. No Aqüífero Guarani destacou-se maior queda do CMNNP. Concluiu-se que o CMP do DRS XIII - Ribeirão Pretodiminuiu, porém de maneira diferenciado em cada Colegiado. O melhor preenchimento da DO é necessário para que se conheçam os fatores determinantes dos óbitos perinatais da região, principalmente fetais. A análise das características do óbito segundo campo de saúde demonstrou a necessidade se enfatizar ações preventivas da mortalidade perinatal relacionadas ao estilo de vida da mãe, meio ambiente em que a mãe está inserido, biologia humana e organização do serviço de saúde
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.01.2011

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BARBUSCIA, Denise Machado; RODRIGUES FILHO, Antonio Luiz. Mortalidade perinatal na região de Ribeirão Preto: evolução, completude da informação e características segundo campo de saúde. 2011.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2011.
    • APA

      Barbuscia, D. M., & Rodrigues Filho, A. L. (2011). Mortalidade perinatal na região de Ribeirão Preto: evolução, completude da informação e características segundo campo de saúde. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Barbuscia DM, Rodrigues Filho AL. Mortalidade perinatal na região de Ribeirão Preto: evolução, completude da informação e características segundo campo de saúde. 2011 ;
    • Vancouver

      Barbuscia DM, Rodrigues Filho AL. Mortalidade perinatal na região de Ribeirão Preto: evolução, completude da informação e características segundo campo de saúde. 2011 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019