Exportar registro bibliográfico

Transtorno afetivo bipolar e terapêutica medicamentosa: adesão, conhecimento e dificuldades de pacientes e familiares (2011)

  • Authors:
  • Autor USP: PEDRILIO, LIVIA SANCHES - EERP
  • Unidade: EERP
  • Sigla do Departamento: ERP
  • Subjects: TRANSTORNO BIPOLAR; MEDICAMENTO (TRATAMENTO); FAMÍLIA; ENFERMAGEM PSIQUIÁTRICA
  • Language: Português
  • Abstract: Trata-se de um estudo transversal, descritivo, com abordagem quali-quantitativa, realizado em um Núcleo de Saúde Mental, localizado no interior paulista. Este estudo teve como objetivos identificar a adesão de pessoas com transtorno afetivo bipolar (TAB) ao tratamento medicamentoso pela aplicação do Teste de Morisky e Green; verificar o grau de conhecimento de pessoas com TAB, e de seus familiares, sobre o tratamento medicamentoso prescrito para o paciente e identificar as dificuldades dos mesmos referentes ao seguimento da terapia medicamentosa prescrita para o paciente. A população foi constituída por 17 pessoas com TAB que atenderam aos critérios de inclusão do estudo e seus respectivos familiares. Para coleta dos dados foi empregada a técnica de entrevista semi-estruturada gravada, guiada por dois roteiros, sendo um para entrevista com o paciente e outro para entrevista com o familiar. Tais roteiros continham dados de caracterização, dados sobre o conhecimento acerca da terapêutica medicamentosa, dados referentes às dificuldades para o seguimento do tratamento medicamentoso e, para o paciente, a aplicação do Teste de Morisky e Green. Para a análise dos dados foi utilizada a estatística descritiva e a Análise Temática. Os resultados mostraram que os pacientes do estudo caracterizaram-se por oito homens e nove mulheres, com idades variando de 26 a 52 anos. Já os familiares eram em sua maioria do sexo feminino (88,2%), casada (58,8%) com idade de 25 a 76 anos. No que se refere à adesão ao tratamento medicamentoso identificou-se que nenhum dos pacientes deste estudo é considerado aderente ao mesmo. Quanto ao tipo de não-adesão ao medicamento, observou-se que o comportamento não intencional foi predominante. Identificou-se um importante déficit de conhecimento, tanto dos pacientes como dos familiares, acerca dos medicamentos prescritos. Em relação aos pacientes, o menor grau de conhecimento foi sobre a dosede administração dos medicamentos, sendo o maior conhecimento em relação ao nome dos mesmos. Quanto aos familiares, o déficit de conhecimento foi, principalmente, em relação à dose e freqüência de administração dos medicamentos utilizados pelo paciente. Foi possível identificar quatro categorias que revelam as principais dificuldades vivenciadas pelos participantes deste estudo e que estão relacionadas ao seguimento da terapêutica medicamentosa pelo paciente quais sejam: a dificuldade para compreender e aceitar o transtorno, a convivência com o preconceito, com os efeitos colaterais dos medicamentos e as dificuldades nas relações humanas. Espera-se que os resultados desta pesquisa forneçam subsídios para se pensar as várias dificuldades enfrentadas pelas pessoas com TAB e por seus familiares para o seguimento da terapêutica medicamentosa prescrita, bem como para se repensar as estratégias de intervenção utilizadas nos serviços de saúde visando o uso racional dos medicamentos por esta clientela
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.01.2011
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PEDRÍLIO, Lívia Sanches; MIASSO, Adriana Inocenti. Transtorno afetivo bipolar e terapêutica medicamentosa: adesão, conhecimento e dificuldades de pacientes e familiares. 2011.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22131/tde-16052011-154652/ >.
    • APA

      Pedrílio, L. S., & Miasso, A. I. (2011). Transtorno afetivo bipolar e terapêutica medicamentosa: adesão, conhecimento e dificuldades de pacientes e familiares. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22131/tde-16052011-154652/
    • NLM

      Pedrílio LS, Miasso AI. Transtorno afetivo bipolar e terapêutica medicamentosa: adesão, conhecimento e dificuldades de pacientes e familiares [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22131/tde-16052011-154652/
    • Vancouver

      Pedrílio LS, Miasso AI. Transtorno afetivo bipolar e terapêutica medicamentosa: adesão, conhecimento e dificuldades de pacientes e familiares [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22131/tde-16052011-154652/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021