Exportar registro bibliográfico


Metrics:

Circuitos de uso de crack nas cidades de São Paulo e Porto Alegre: cotidiano, práticas e cuidado (2011)

  • Authors:
  • Autor USP: RAUPP, LUCIANE MARQUES - FSP
  • Unidade: FSP
  • Sigla do Departamento: HSM
  • DOI: 10.11606/T.6.2011.tde-27042011-161051
  • Subjects: PESSOAS EM SITUAÇÃO DE RUA; COCAÍNA (ANÁLOGOS E DERIVADOS;USO); PERCEPÇÃO SOCIAL; MODO DE VIDA; INTERAÇÃO SOCIAL (COMPORTAMENTO SOCIAL); ETNOGRAFIA; SAÚDE PÚBLICA
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: Na atualidade, o uso abusivo de drogas vem tomando dimensões preocupantes, configurando um importante problema de saúde pública. Dentre os aspectos responsáveis pelo agravamento da situação está o surgimento de novas substâncias, as quais vêm alterando as práticas de uso e potencializando seus danos. Dentre elas o derivado da pasta de coca, denominado popularmente de crack, destaca-se pelos prejuízos à saúde dos usuários e devido à associação crescente entre sua utilização e a prática de atos violentos e degradantes, especialmente difundida pelos meios de comunicação. Objetivos: Descrever os circuitos, compreender comportamentos, práticas e significados relacionados ao consumo de crack entre freqüentadores de locais de alta concentração de usuários e vendedores desta droga instalados na região central de duas capitais brasileiras: São Paulo/SP e Porto Alegre/RS. Metodologia: Foi realizado um estudo etnográfico, com observação participante e registro em diário de campo. Resultados: Nos resultados foram descritos os circuitos percorridos pelos usuários, concentrados em partes específicas da região central das duas cidades: Bairro da Luz/SP e nas imediações do Loteamento Santa Terezinha em Porto Alegre/RS, assim como suas dinâmicas, nas quais a concentração de pessoas em situação de rua e suas atividades rotineiras, principalmente em suas interrelações com representantes do poder público, como a polícia e instituições de assistência social, ganham destaque.O cotidiano desses locais caracteriza-se por relações tensas e freqüentes conflitos entre os diferentes atores participantes dos circuitos Pelas características dos contextos de pesquisa, a grande maioria dos usuários apresentava um padrão de uso compulsivo de drogas, especialmente de crack, no qual o auto-cuidado ou quaisquer outras atividades eram secundarizadas frente ao consumo frenético da droga. Apesar disto, identificou-se sujeitos que não apresentavam este padrão de uso, empregando diversas estratégias de autocontrole na administração da droga e também de sobrevivência. Conclusão: Aponta-se a importância de observar elementos como a história da região pesquisada, políticas públicas, questões econômicas e ausência de investimentos sociais e em saúde pública para a compreensão da instalação e permanência dos circuitos pesquisados. Sugere-se que o alto grau de degradação daquelas regiões não seria decorrência apenas das pessoas e atividades exercidas no local, mas principalmente do processo urbano que gerou tal quadro social. Além disso, aponta-se para uma estreita relação entre o contexto sócio-histórico-cultural dos sujeitos e seu padrão de uso de crack, indicando a existência de diferenças internas ao grupo estudado que caracterizam usuários com um mínimo de organização estrutural e ética daqueles para os quais a obtenção e consumo do crack adquire primazia frente às demais atividades e relações de seu cotidiano.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.04.2011
  • Acesso à fonteDOI
    Informações sobre o DOI: 10.11606/T.6.2011.tde-27042011-161051 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de acesso aberto
    • Este artigo é de acesso aberto
    • URL de acesso aberto
    • Cor do Acesso Aberto: gold
    • Licença: cc-by-nc-sa

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      RAUPP, Luciane Marques; ADORNO, Rubens de Camargo Ferreira. Circuitos de uso de crack nas cidades de São Paulo e Porto Alegre: cotidiano, práticas e cuidado. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < https://doi.org/10.11606/T.6.2011.tde-27042011-161051 > DOI: 10.11606/T.6.2011.tde-27042011-161051.
    • APA

      Raupp, L. M., & Adorno, R. de C. F. (2011). Circuitos de uso de crack nas cidades de São Paulo e Porto Alegre: cotidiano, práticas e cuidado. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de https://doi.org/10.11606/T.6.2011.tde-27042011-161051
    • NLM

      Raupp LM, Adorno R de CF. Circuitos de uso de crack nas cidades de São Paulo e Porto Alegre: cotidiano, práticas e cuidado [Internet]. 2011 ;Available from: https://doi.org/10.11606/T.6.2011.tde-27042011-161051
    • Vancouver

      Raupp LM, Adorno R de CF. Circuitos de uso de crack nas cidades de São Paulo e Porto Alegre: cotidiano, práticas e cuidado [Internet]. 2011 ;Available from: https://doi.org/10.11606/T.6.2011.tde-27042011-161051

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021