Exportar registro bibliográfico

Variantes anatômicas do tronco celíaco – avaliação por tomografia computadorizada de múltiplas camadas de detectores em 1084 pacientes (2010)

  • Author:
  • USP affiliated author: ROCHA, MANOEL DE SOUZA - FM
  • School: FM
  • Sigla do Departamento: MDR
  • Subjects: TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA POR RAIOS X (MÉTODOS); ANATOMIA; ARTÉRIAS (ANATOMIA)
  • Language: Português
  • Abstract: O conhecimento das variantes anatômicas do tronco celíaco é importante para o cirurgião em diversos tipos de cirurgias. O radiologista também deve conhecê-las tanto para realizar procedimentos intervencionistas quanto para analisar exames pré-operatórios. Os objetivos deste trabalho foram verificar se estudos de tomografia computadorizada (TC) abdominal podem identificar a anatomia do tronco celíaco e de seus ramos e reconhecer os diversos tipos de variantes anatômicas, bem como tentar sistematizar a procura e a identificação destas variantes. Foram avaliados 1084 exames de TC do abdome com uma fase arterial realizados em equipamentos de múltiplas camadas de detectores. Em todos os pacientes estudados foi possível identificar a anatomia do tronco celíaco e dos seus ramos. A anatomia considerada normal ou clássica do tronco celíaco foi observada em 60,14% dos casos estudados. Em 19,46% dos casos foi identificada uma artéria na fissura do ligamento venoso, que neste estudo ou foi uma artéria hepática esquerda, ou uma artéria hepática esquerda acessória ou uma artéria gástrica esquerda acessória. Em 21,58% dos casos foi identificada uma variante anatômica correspondente a uma artéria com trajeto posterior à veia porta, podendo ser uma artéria hepática comum com origem anômala, uma artéria hepática direita, uma artéria hepática direita acessória com origem na artéria mesentérica superior ou ainda uma origem precoce da artéria hepática direita no tronco celíaco ou na artéria hepática comum. Esta última variante foi observada em 3,59% dos casos, porém não consta das classificações de variantes anatômicas do tronco celíaco mais mencionadas na literatura. Em 7,10% dos casos foram observadas outras variantes que corresponderam a artérias com origens anômalas diretamente na aorta, mas que a seguir assumiam o trajeto considerado normal ou clássico. Baseada nestes resultados, (Continua)(Continuação) é feita uma proposta de classificação das variantes anatômicas do tronco celíaco e de seus ramos, como podem ser identificadas pelos radiologistas em exames de tomografia computadorizada, onde o tipo I corresponde à anatomia clássica ou normal, o tipo II ao grupo de variantes anatômicas que apresenta uma artéria na fissura do ligamento venoso, o tipo III ao grupo de variantes anatômicas que apresenta uma artéria situada posteriormente à veia porta, e o tipo IV ao grupo de outras variantes arteriais mais raras
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 06.12.2010

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ROCHA, Manoel de Souza. Variantes anatômicas do tronco celíaco – avaliação por tomografia computadorizada de múltiplas camadas de detectores em 1084 pacientes. 2010.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010.
    • APA

      Rocha, M. de S. (2010). Variantes anatômicas do tronco celíaco – avaliação por tomografia computadorizada de múltiplas camadas de detectores em 1084 pacientes. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Rocha M de S. Variantes anatômicas do tronco celíaco – avaliação por tomografia computadorizada de múltiplas camadas de detectores em 1084 pacientes. 2010 ;
    • Vancouver

      Rocha M de S. Variantes anatômicas do tronco celíaco – avaliação por tomografia computadorizada de múltiplas camadas de detectores em 1084 pacientes. 2010 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020