Exportar registro bibliográfico

Estudo do efeito da vibração no tratamento da disfunção temporomandibular através de um protótipo de placa vibratória oclusal (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: LUCA, CARLOS EDUARDO PITTA DE - FO
  • Unidade: FO
  • Sigla do Departamento: ODE
  • Subjects: DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR; DIAGNÓSTICO BUCAL; PLACAS OCLUSAIS
  • Language: Português
  • Abstract: Este estudo teve como objetivo estudar uma placa oclusalcom estimulação vibratória (POV) de base, para o tratamento da dor crônica miofascial. Foram selecionados 18 pacientes com mialgia crônica facial, de acordo com os Critérios para Diagnóstico em Pesquisa RDC . Os pacientes tinham entre 18 e 65 anos de idade, pertenciam ao sexo feminino e haviam usado placa estebilizadora acrílica por mais de 6 meses, e permaneciam com dor muscular. Foram excluídos pacientes com Disfunção Temporomandibular, que haviam feito uso de analgésicos ou de moduladores de sono, e pacientes desdentados parciais ou totais. A variável analisada foi a dor reportada pelos pacientes, usando a Escala Visual Analógica (EVA) de 100mm, medindo-se antes da instalação da POV, e um mes após o seu uso. Das 18 POV instaladas, 10 apresentaram falhas no mecanismo vibratório. As médias da EVA para os 8 pacientes que utilizaram a POV durante 1 mês foram de 56,62±22.82mm na aferição inicial e média de EVA final de 24,75±20,52mm, com p=0,011. Dos 8 pacientes apenas 4 concordaram com o uso da placa oclusal inativa (POI) por 30 dias, separadas por um período de wash-out de pelo menos 8 meses. Os níveis de dor da escala VAS foram a única variável analisada, e foram registrados antes e após o uso das placas. Foram utilizadas os testes t-teste pareado e ANOVA para medidas repetidas, para se obter os resultados estatísticos. No início do estudo, os níveis médios da VAS de dor antes de se utilizar a placa vibratória demaneira ativa e inativa foram 54,5±19,8 milímetros, e 44,0±13,6 milímetros, respectivamente. A comparação entre esses valores de referência não apresentaram diferença estatística (p> 0,05, teste t pareado). A variação média nos níveis de dor (VAS póspré) ao usar o mesmo tipo de placa, de maneira ativa e inativa foi de -42,0±-30,3 milímetros e 29,5±21,5 milímetros, e o t-teste revelou uma diferença significativa entre os dois grupos (p = 0,07). Foi feitauma nova análise, utilizando-se as mesmas medidas, através da Análise de Variância ANOVA, onde encontrou-se diferença estatisticamente significante (f(3,9)=7.543, p=0.008) antes do uso das placas ativas e das inativas. Entretanto, após o uso da correção com o teste de Bonferroni, foram encontrados resultados condizentes com aqueles obtidos na análise feita pelo programa do teste t. (p>0.05). Pode-se concluir que do uso da vibração como mecanismo de controle da DTM foi eficaz, mas a POV falhou na maioria dos casos devido a problemas mecânicos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.12.2010
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LUCA, Carlos Eduardo Pitta de; WITZEL, Andréa Lusvarghi. Estudo do efeito da vibração no tratamento da disfunção temporomandibular através de um protótipo de placa vibratória oclusal. 2010.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23139/tde-01042011-123435/ >.
    • APA

      Luca, C. E. P. de, & Witzel, A. L. (2010). Estudo do efeito da vibração no tratamento da disfunção temporomandibular através de um protótipo de placa vibratória oclusal. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23139/tde-01042011-123435/
    • NLM

      Luca CEP de, Witzel AL. Estudo do efeito da vibração no tratamento da disfunção temporomandibular através de um protótipo de placa vibratória oclusal [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23139/tde-01042011-123435/
    • Vancouver

      Luca CEP de, Witzel AL. Estudo do efeito da vibração no tratamento da disfunção temporomandibular através de um protótipo de placa vibratória oclusal [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23139/tde-01042011-123435/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021