Exportar registro bibliográfico


Metrics:

Acolhimento e tratamento de portadores de esquizofrenia na Atenção Básica: a visão dos gestores, terapeutas, familiares e pacientes (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: ALMEIDA, GILSON HOLANDA - FSP
  • Unidade: FSP
  • Sigla do Departamento: HSP
  • DOI: 10.11606/T.6.2010.tde-06042011-154156
  • Subjects: ATENÇÃO PRIMÀRIA À SAÙDE; ESQUIZOFRENIA (TRATAMENTO); SAÚDE MENTAL; DISCURSO DO SUJEITO COLETIVO; ESTIGMA; REFERÊNCIA E CONSULTA (SISTEMAS); REFORMA PSIQUIÁTRICA
  • Language: Português
  • Abstract: Resultados: dentre os discursos de maior densidade observa-se que a maneira pela qual o paciente seria tratado - compreendendo acolhimento de qualidade, humanização da atenção, promoção da reinserção, atenção integral incluindo medicamentos e atitudes sem preconceito, interessava mais que o lugar onde a atenção ao doente mental grave fosse dispensada. De maneira reiterada, não se considera que os terapeutas da 7 Atenção Básica estejam capacitados para acolher e tratar de portadores de esquizofrenia, talvez casos leves ou compensados. Dentre as razões levantadas estão a falta de capacitação, supervisão, estrutura física, medicamentos, de pessoal, retaguarda, escuta de qualidade, além da sobrecarga de trabalho e ausência de um sistema de referência operante. São realçadas potenciais contribuições para a melhoria da qualidade e resolubilidade dos tratamentos e identificam-se mecanismos para modificações de posturas estigmatizantes no trato com os doentes e a doença. Os relatos de caso mapearam o itinerário de pacientes e familiares na demanda por cuidados de saúde mental, mostrando encontros e desencontros. Os resultados da pesquisa permitem sugerir a necessidade de maior preparo dos profissionais para dar conta do desafio de tratar portador de esquizofrenia na Atenção Básica, com ênfase na realização de trabalho conjunto que envolva gestores, terapeutas, familiares e pacientes.O estudo investigou as possibilidades e impasses do acolhimento e do tratamento de pacientes esquizofrênicos na Atenção Básica. Como pressupostos, admitiu-se que a Atenção Básica emerge como locus importante para as práticas de Saúde Mental e que seus técnicos vêm incorporando novas práticas aos seus currículos. Uma revisão da literatura abrangeu os principais marcos teóricos e conceituais das políticas de saúde, da Reforma Psiquiátrica e dos modelos em atenção à Saúde Mental, bem como considerações acerca da esquizofrenia e do estigma nos transtornos mentais. O estudo adotou um desenho de metodologia quali-quantitativa e trabalhou com um universo de significados, motivos, aspirações, crenças, valores e atitudes dos sujeitos envolvidos. A amostra foi composta por gestores, terapeutas, familiares e pacientes, atores sociais identificados na Atenção Básica com significativa vinculação com o problema trabalhado. Foram realizadas 38 entrevistas com gestores e terapeutas, aplicando-se às falas a metodologia do Discurso do Sujeito Coletivo. Dados fornecidos por familiares e pacientes, coletados em três entrevistas em profundidade realizadas em seus domicílios, permitiram a compreensão, entre outros aspectos, dos vínculos parentais, aspectos sociofamiliares, educacionais, história e tratamentos da doença pregressa e atual. As informações foram analisadas, dispostas numa narrativa cronológica e receberam tratamento de relatos de casos.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.11.2010
  • Acesso à fonteDOI
    Informações sobre o DOI: 10.11606/T.6.2010.tde-06042011-154156 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de acesso aberto
    • Este artigo é de acesso aberto
    • URL de acesso aberto
    • Cor do Acesso Aberto: gold
    • Licença: cc-by-nc-sa

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ALMEIDA, Gilson Holanda; LEFEVRE, Fernando. Acolhimento e tratamento de portadores de esquizofrenia na Atenção Básica: a visão dos gestores, terapeutas, familiares e pacientes. 2010.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: < https://doi.org/10.11606/T.6.2010.tde-06042011-154156 > DOI: 10.11606/T.6.2010.tde-06042011-154156.
    • APA

      Almeida, G. H., & Lefevre, F. (2010). Acolhimento e tratamento de portadores de esquizofrenia na Atenção Básica: a visão dos gestores, terapeutas, familiares e pacientes. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de https://doi.org/10.11606/T.6.2010.tde-06042011-154156
    • NLM

      Almeida GH, Lefevre F. Acolhimento e tratamento de portadores de esquizofrenia na Atenção Básica: a visão dos gestores, terapeutas, familiares e pacientes [Internet]. 2010 ;Available from: https://doi.org/10.11606/T.6.2010.tde-06042011-154156
    • Vancouver

      Almeida GH, Lefevre F. Acolhimento e tratamento de portadores de esquizofrenia na Atenção Básica: a visão dos gestores, terapeutas, familiares e pacientes [Internet]. 2010 ;Available from: https://doi.org/10.11606/T.6.2010.tde-06042011-154156

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021