Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Polimorfismos do fator de necrose tumoral e dos antígenos leucocitários humanos HLA-C e HLA-G no sangue e expressão do HLA-G na pele de pacientes com psoríase (2010)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CARDILI, RENATA NAHAS - FMRP
  • Unidades: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCM
  • Subjects: PSORÍASE; ANTÍGENOS HLA; POLIMORFISMO; NECROSE
  • Language: Português
  • Abstract: Psoríase é doença inflamatória crônica de etiologia multifatorial, que afeta predominantemente pele e articulações. Apesar da variabilidade dos antígenos leucocitários humanos [HLA] nos diferentes grupos étnicos e populacionais, evidências indicam a sua associação com a susceptibilidade à psoríase, na qual outras características imunogenéticas podem estar envolvidas. A interação entre células T, antígenos HLA e queratinócitos desencadearia exacerbação da resposta imune celular com níveis elevados do fator de necrose tumoral-alfa [TNF-alfa]. A imunomodulação teria papel critico na recuperação do equilíbrio no balanço entre células T efetoras e supressoras e controle da doença. Neste contexto, a expressão das moléculas do HLA-G, com ação amplamente inibitória, poderia estar relacionada à tolerância imunológico, em condições patológicas diversas, como nas doenças autoimunes. Neste estudo, polimorfismos do HLA-C, TNF-'alfa' e HLA-G de amostras do sangue e expressão molecular do HLA-G, em amostras cutâneas, foram analisados por meio de extração de DNA, reação em cadeia da polimerase-SSP e imunoistoquimica, de psoriáticos (n=129) e controles saudáveis (n=202) provenientes Ribeirão Preto e região. As análises estatísticas foram realizadas com o programa GrafPad Instat 3.05 software. Na amostra de psoriáticos, houve predomínio de caucasianos, idade média 42,1 anos e discreto predomínio do sexo masculino. A forma clínica predominante foi a vulgar (79,8%), seguida da eritrodérmica (9,4%) e artropática (10,1%). A história familial foi positiva em 20,9% da amostra, destes a expressiva maioria (81,5%) apresentava inicio precoce da doença. As freqüências foram significantemente superiores dos alelos HLA-Cw*06 (p=0,0005) e TNF-'alfa' 308-A em psoriáticos (p=0,0061), do alelo HLA-Cw*06 nos pacientes com inicio precoce da doença (p=0,0389) e do alelo TNF-‘alfa’ 308-G nos controles (p=0,05).O haplótipo 238A/308G/HLACw*6 foi significantemente mais freqüente nos psoriáticos (p=0,0253), enquanto que o haplótipo 238G/308G/HLACw*15, nos controles (p=0,0377). Quanto ao polimorfismo genético isolado do HLA-G, não foram observadas diferenças entre os grupos. A expressão das moléculas do HLAG foi detectada em 90% (27/30) das amostras de pele lesada, principalmente em queratinócitos da epiderme; e em 27,2% (3/11) das amostras de pele perilesional, a despeito das evidências de normalidade. Distintamente, a expressão das moléculas do HLA-G foi negativa em todas as amostras de pele normal dos controles (n=32) [p<0,0001]. A intensidade da expressão do H LA-G não foi associada ao tipo de psoríase I ou 11, ao índice de severidade e de área acometida da doença (PASI) ou às diferentes formas clínicas. Não houve relação entre a expressão cutânea do H LA-G e a presença do alelo HLA-Cw*06 ou polimorfismos do H LA-G e do TNF-'alfa'. Os achados comparados à literatura indicam concordância com a frequência estatisticamente superior do alelo HLA-Cw*06 nos psoriáticos, em particular naqueles com inicio precoce da doença, mas discordância em relação à frequência significantemente superior do alelo TNF-'alfa' 308-A, observada em nossos pacientes. A frequência elevada do haplótipo 238A/308G/HLACw*06 nos psoriáticos e do 238G/308G/HLACw*15 nos controles poderia sugerir susceptibilidade e proteção à doença, respectivamente. A marcante expressão do HLA-G na epiderme lesada de psoriáticos é indicativa da participação dessas moléculas com possível ação imunomoduladora, na contenção ou limitação das alterações inflamatórias e proliferativas na psoríase
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.11.2010

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CARDILI, Renata Nahas; DONADI, Eduardo Antonio; SOUZA, Cacilda da Silva. Polimorfismos do fator de necrose tumoral e dos antígenos leucocitários humanos HLA-C e HLA-G no sangue e expressão do HLA-G na pele de pacientes com psoríase. 2010.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2010.
    • APA

      Cardili, R. N., Donadi, E. A., & Souza, C. da S. (2010). Polimorfismos do fator de necrose tumoral e dos antígenos leucocitários humanos HLA-C e HLA-G no sangue e expressão do HLA-G na pele de pacientes com psoríase. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Cardili RN, Donadi EA, Souza C da S. Polimorfismos do fator de necrose tumoral e dos antígenos leucocitários humanos HLA-C e HLA-G no sangue e expressão do HLA-G na pele de pacientes com psoríase. 2010 ;
    • Vancouver

      Cardili RN, Donadi EA, Souza C da S. Polimorfismos do fator de necrose tumoral e dos antígenos leucocitários humanos HLA-C e HLA-G no sangue e expressão do HLA-G na pele de pacientes com psoríase. 2010 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019