Exportar registro bibliográfico

Avaliação da estatura final em crianças com baixa estatura (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: COSTA, KARLA CRISTINA MALTA - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RPP
  • Subjects: CRESCIMENTO (ANOMALIAS); CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO; DENSITOMETRIA ÓSSEA
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: Pacientes com baixa estatura variante normal do crescimento têm padrões evolutivos peculiares. É difícil definir com exatidão quando a estatura final será atingida, visto que os métodos de previsão baseiam-se em parâmetros de difícil quantificação, como a idade óssea. Objetivos: Avaliar a estatura final utilizando dois métodos de previsão da estatura final de pacientes com diagnóstico de variantes normais da baixa estatura, atendidas no Ambulatório de Problemas de Crescimento e Desenvolvimento do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto-USP. Métodos Foram revisados 814 prontuários resultando 33 sujeitos que participaram do estudo e analisadas radiografias de 21 sujeitos utilizando-se o método de Greulich Pyle para predição de altura final pelo método de Bayley-Pinneau e um software específico para predição pelo TW3, após leitura da idade óssea. Realizou-se descrição das variáveis e foi calculado o coeficiente de correlação de Spearman para correlacionar a estatura final, e o canal familiar e o coeficiente de concordância de St. Laurent para avaliar a concordância entre a estatura final e os métodos de previsão. Resultados: 81,5% apresentam diagnóstico de baixa estatura, sendo 62% do sexo masculino. 53% com baixa estatura variante da normalidade. Na estatura final, 87,9% permanecem com baixa estatura, 90,9% dentro do canal familiar. Observou-se correlação positiva muito forte (Cs =0,77; p-valor < 0,01) entre a média parental e a altura final. O método de Bayley-Pineau apresentou coeficiente de concordância de 0,47 (IC 95%: 0,34; 0,57), o de TW3, 0,58 (IC 95%: 0,41; 0,75) como preditores de estatura final. Conclusões: A correlação positiva forte demonstra a influência significativa da altura dos pais na estatura final. Nenhum dos dois métodos apresentou boa concordância ao serem utilizados como preditores de estatura final,pois os valores das alturas foram superestimados principalmente pelo método de Bayley-Pineau
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 14.12.2010

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      COSTA, Karla Cristina Malta; DEL CIAMPO, Luiz Antônio. Avaliação da estatura final em crianças com baixa estatura. 2010.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2010.
    • APA

      Costa, K. C. M., & Del Ciampo, L. A. (2010). Avaliação da estatura final em crianças com baixa estatura. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Costa KCM, Del Ciampo LA. Avaliação da estatura final em crianças com baixa estatura. 2010 ;
    • Vancouver

      Costa KCM, Del Ciampo LA. Avaliação da estatura final em crianças com baixa estatura. 2010 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021