Exportar registro bibliográfico


Metrics:

Propagandas de alimentos e bebidas na TV: percepção de crianças e mães (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: PITAS, ALEXANDER MARCELLUS CARREGOSA DA SILVA - FSP
  • Unidade: FSP
  • Sigla do Departamento: HSP
  • DOI: 10.11606/D.6.2010.tde-10012011-162459
  • Subjects: TELEVISÃO (USO); ANÚNCIO DE TELEVISÃO; ALIMENTOS; PROPAGANDA; CRIANÇAS (PERCEPÇÃO); MÃES (PERCEPÇÃO); PERCEPÇÃO; CONHECIMENTOS, ATITUDES E PRÁTICA
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução - O hábito alimentar da criança é construído a partir de influências socioculturais; sendo que a mídia atinge um grande número de telespectadores. A TV possui influência sobre as crianças e diversas propagandas são direcionadas para elas, motivo pelo qual é importante investigar este grupo para entender como o público infantil percebe a propaganda de alimentos e bebidas. Objetivo - Investigar a percepção de crianças e mães sobre a propaganda de alimentos e bebidas veiculadas pela TV. Metodologia Utilizou-se pela análise de caráter qualitativo, através de um questionário com questões semiestruturadas com perguntas claras e objetivas para mães e crianças de acordo com o Discurso do Sujeito Coletivo proposto por Lefevré e Lefevré. Resultados/Discussão Verificou-se que todas as crianças afirmaram gostar de assistir TV. A preferência de consumo relatado por elas por meio das propagandas, foram: refrigerante, fast-food, produtos lácteos. As mães por sua vez sentiram dificuldade de controlar o tempo de TV assistido por suas crianças. Nos finais de semana 26 por cento das mães referem que seus filhos assistem TV o dia inteiro, e 54 por cento das crianças assistem 3 horas ou mais por dia de TV durante a semana. Conclusão O fast-food foi o alimento mais veiculado nas emissoras gravadas. Sendo que do total de exibição de propagandas de uma das emissoras (B), os alimentos não saudáveis representaram 100 por cento das propagandas de alimentos e bebidas. As mães foram influenciadas pelos filhos a comprar alimentos não saudáveis, talvez estimulados pela propaganda. Elas sentiram dificuldade de controlar o tempo de TV assistido por suas crianças.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.10.2010
  • Acesso à fonteDOI
    Informações sobre o DOI: 10.11606/D.6.2010.tde-10012011-162459 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de acesso aberto
    • Este artigo é de acesso aberto
    • URL de acesso aberto
    • Cor do Acesso Aberto: gold
    • Licença: cc-by-nc-sa

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PITAS, Alexander Marcellus Carregosa da Silva; PEREIRA, Isabel Maria Teixeira Bicudo. Propagandas de alimentos e bebidas na TV: percepção de crianças e mães. 2010.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: < https://doi.org/10.11606/D.6.2010.tde-10012011-162459 > DOI: 10.11606/D.6.2010.tde-10012011-162459.
    • APA

      Pitas, A. M. C. da S., & Pereira, I. M. T. B. (2010). Propagandas de alimentos e bebidas na TV: percepção de crianças e mães. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de https://doi.org/10.11606/D.6.2010.tde-10012011-162459
    • NLM

      Pitas AMC da S, Pereira IMTB. Propagandas de alimentos e bebidas na TV: percepção de crianças e mães [Internet]. 2010 ;Available from: https://doi.org/10.11606/D.6.2010.tde-10012011-162459
    • Vancouver

      Pitas AMC da S, Pereira IMTB. Propagandas de alimentos e bebidas na TV: percepção de crianças e mães [Internet]. 2010 ;Available from: https://doi.org/10.11606/D.6.2010.tde-10012011-162459

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021