Exportar registro bibliográfico

Estado nutricional relativo ao zinco de crianças com fissura labiopalatina (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: MATTOS, CAMILA FRAZãO NOGUEIRA DE - FCF
  • Unidade: FCF
  • Sigla do Departamento: FBA
  • Subjects: AVALIAÇÃO NUTRICIONAL; ZINCO (ESTUDO;DEFICIÊNCIA); FISSURA LÁBIOPALATINA; ALIMENTAÇÃO
  • Language: Português
  • Abstract: A Fissura Labiopalatina é uma doença multifatorial que tem interferência sobre a qualidade da alimentação da criança, visto que na maioria das vezes os pacientes têm dificuldades de mastigação e deglutição. O zinco está envolvido em diversos processos fisiológicos, tem importante relação com mecanismos antioxidantes, imunitários, replicação celular e de transcrição protéica. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, o zinco é o micronutriente mais importante para o desenvolvimento corporal e cognitivo da criança. Considerando a interferência da Fissura Labiopalatina sobre a qualidade da alimentação, e a importância do zinco para o desenvolvimento da criança, este estudo se propôs a avaliar o estado nutricional relativo ao zinco de crianças de 6 a 10 anos com Fissura Labiopalatina atendidas no Centro de Atendimento Integrado ao Fissurado Labiopalatino de Curitiba - PR. Foram dosadas as concentrações de zinco plasmático, eritrocitário e urinário. A quantidade de zinco dietético foi avaliada por meio dos métodos de recordatório de 24h e três registros alimentares. Foram avaliados peso e estatura, como dados antropométricos, e comparados ao escore Z. O estudo foi do tipo casocontrole. A concentração média de zinco plasmático, eritrocitário e urinário no grupo caso foi de 83,4µgZn/dL, 32,6µgZn/gHb e 141,4µgZn/24h, respectivamente. A concentração média de zinco plasmático, eritrocitário e urinário do grupo controle foi de 100,2µgZn/dL, 34,7µgZn/gHb e373,4µgZn/24h, respectivamente. Considerando os parâmetros analisados observou-se deficiência de zinco em ambos os grupos, principalmente considerando as concentrações de zinco no eritrócito e a excreção urinária para o grupo caso. No grupo controle as crianças estavam deficientes para zinco plasmático e eritrocitário 8% e 84% respectivamente. No grupo caso as crianças estavam deficientes para zinco plasmático, eritrocitário e urinário em 15%, 92% e 100%. Assim, pode-se concluir que as crianças com fissura labiopalatina estão mais sujeitas às deficiências nutricionais como o caso do zinco assim demonstrado neste estudo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.11.2010
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MATTOS, Camila Frazão Nogueira de; COZZOLINO, Silvia Maria Franciscato. Estado nutricional relativo ao zinco de crianças com fissura labiopalatina. 2010.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9132/tde-20012011-110031/ >.
    • APA

      Mattos, C. F. N. de, & Cozzolino, S. M. F. (2010). Estado nutricional relativo ao zinco de crianças com fissura labiopalatina. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9132/tde-20012011-110031/
    • NLM

      Mattos CFN de, Cozzolino SMF. Estado nutricional relativo ao zinco de crianças com fissura labiopalatina [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9132/tde-20012011-110031/
    • Vancouver

      Mattos CFN de, Cozzolino SMF. Estado nutricional relativo ao zinco de crianças com fissura labiopalatina [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9132/tde-20012011-110031/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021