Exportar registro bibliográfico

Avaliação do desenvolvimento de úlceras por pressão em pacientes cirúrgicos (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: URSI, ELIZABETH SILVA - EERP
  • Unidade: EERP
  • Sigla do Departamento: ERG
  • Subjects: ENFERMAGEM PERIOPERATÓRIA; ÚLCERA; FERIMENTOS E LESÕES
  • Language: Português
  • Abstract: O desenvolvimento de úlcera por pressão é um evento adverso indesejável com incidência alta e estável ao longo do tempo. A presença deste evento acarreta dor, desconforto e aumento de morbimortalidade para as pessoas portadoras desse tipo de lesão, além do custo elevado nos diferentes serviços de saúde envolvidos no tratamento do evento. Na presente pesquisa, o foco de investigação da problemática foi o paciente cirúrgico. Assim, o objetivo geral do estudo foi analisar o risco de desenvolvimento, fatores de risco e a incidência de úlcera por pressão em pacientes submetidos a cirurgias eletivas de porte II, III e IV. Para tal adotamos a abordagem metodológica quantitativa, delineamento de pesquisa não experimental, tipo de estudo correlacional, prospectivo. A amostra foi composta por 148 pacientes adultos, de ambos os sexos, submetidos a cirurgias ortopédicas, neurológicas, do aparelho digestivo, urológicas, cardiovasculares e de obesidade mórbida. Em relação ao risco de desenvolvimento de úlcera por pressão, o qual foi mensurado por meio da aplicação da Escala de Braden, os pacientes que não desenvolveram esse tipo de lesão apresentaram na primeira avaliação um escore total médio de 20,12, que decresceu na segunda avaliação para uma média de 16,16. Para esse grupo o escore total mais frequente foi de 22, na primeira avaliação, o que classifica esse grupo como sem risco para o desenvolvimento de UP no pré operatório. Para o grupo que desenvolveu as lesões, a média do escore total da Escala de Braden, na primeira avaliação, foi de 15,81, caindo para 11,73, na segunda avaliação, sendo que para este grupo o escore total mais frequente na primeira avaliação foi de 18. Assim este grupo pode ser classificado, no pré operatório, de baixo risco para o desenvolvimento de úlcera por pressão. Na amostra estudada, a incidência de úlcera por pressão foi de 25%; as áreascorporais mais acometidas pelas lesões foram a região sacro/glútea (68%), calcâneos (18%), região dorsal (9%) e o pavilhão auricular (5%). A maioria das lesões diagnosticadas foi de grau II (57%), seguida por lesões de grau I (41%) e grau III (2%). Na amostra investigada nenhuma lesão de grau IV foi detectada. No modelo de regressão linear binominal empregado, as variáveis preditoras para o desenvolvimento de úlcera por pressão foram o tempo de anestesia e o porte cirúrgico quando investigadas em associação com outras variáveis relacionadas ao procedimento anestésico cirúrgico. Em relação às variáveis clínicas do paciente estudadas, a classificação ASA e a presença de hipertensão arterial foram preditoras para o desenvolvimento de úlcera por pressão quando investigadas em associação com outras variáveis. No modelo de regressão logística binária, as variáveis preditoras para desenvolvimento de úlcera por pressão foram idade, sexo e o tempo de anestesia quando estudadas em associação com outras variáveis. A presente investigação buscou dar o primeiro passo para o desenvolvimento de uma proposta de organização da avaliação do desenvolvimento de úlcera por pressão no paciente cirúrgico, a qual é simples e fácil de ser aplicada pelo enfermeiro no perioperatório
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.12.2010
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      URSI, Elizabeth Silva; GALVAO, Cristina Maria. Avaliação do desenvolvimento de úlceras por pressão em pacientes cirúrgicos. 2010.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-14012011-093522/ >.
    • APA

      Ursi, E. S., & Galvao, C. M. (2010). Avaliação do desenvolvimento de úlceras por pressão em pacientes cirúrgicos. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-14012011-093522/
    • NLM

      Ursi ES, Galvao CM. Avaliação do desenvolvimento de úlceras por pressão em pacientes cirúrgicos [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-14012011-093522/
    • Vancouver

      Ursi ES, Galvao CM. Avaliação do desenvolvimento de úlceras por pressão em pacientes cirúrgicos [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-14012011-093522/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020