Exportar registro bibliográfico

A Guerra da Água em Cochabamba, Bolívia: desmistificando os conflitos por água à luz da geopolítica (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: PFRIMER, MATHEUS HOFFMANN - FFLCH
  • Unidade: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLG
  • Subjects: GEOPOLÍTICA; RECURSOS HÍDRICOS; CONFLITO
  • Language: Português
  • Abstract: A geopolítica vem apresentando várias contribuições ao estudo da relação entre recursos naturais e conflito. Entre esses recursos, a água é um dos que mais vem sendo apontado como suscetível de desencadear conflitos. Na visão geopolítica, a relação entre tensões e recursos hídricos é estruturada a partir da multicausalidade, e, portanto, há inúmeros fatores de diferentes escalas geográficas que se coadunam com a gestão dos recursos hídricos engendrando conflitos. Nesse contexto, a Guerra da Água, em Cochabamba, Bolívia, constitui um evento bastante estudado pela comunidade acadêmica, sendo retratado como a vitória da sociedade civil local sobre a empresa multinacional Aguas del Tunari, responsável pelo abastecimento de água naquela cidade boliviana. Entretanto, outros fatores nas escalas nacional, sulamericana e global influenciaram a deflagração das tensões, tendo seus efeitos repercutido em escalas mais amplas que apenas a local. No presente estudo, visamos avaliar a atuação das diferentes territorialidades na área metropolitana de Cochabamba, bem como os fatores estruturantes e estruturados desse conflito nos âmbitos nacional, sul-americano e global. Esta pesquisa consistiu em um estudo de caso de características analítica, descritiva e qualitativa. A pesquisa analítica se desenvolveu a partir de três dimensões: 1) a caracterização do objeto de pesquisa; 2) a dimensão espacial; 3) a dimensão temporal. O processo descritivo baseou-se em entrevistas com os líderes dosmovimentos sociais atuantes durante a Guerra da Água, além de abranger estudos avaliativos de documentos, dados estatísticos e bibliográficos. Já o caráter qualitativo desenvolveu-se por meio da coleta de dados e observação longa e extensiva in loco. Concluímos que a caracterização da Guerra da Água apenas como um conflito relacionado aos recursos hídricos é incompleta e reducionista, já que diferentes tensões de várias escalas se materializam na região
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.02.2010
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PFRIMER, Matheus Hoffmann; MARTIN, Andre Roberto. A Guerra da Água em Cochabamba, Bolívia: desmistificando os conflitos por água à luz da geopolítica. 2010.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8136/tde-08022011-153835/ >.
    • APA

      Pfrimer, M. H., & Martin, A. R. (2010). A Guerra da Água em Cochabamba, Bolívia: desmistificando os conflitos por água à luz da geopolítica. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8136/tde-08022011-153835/
    • NLM

      Pfrimer MH, Martin AR. A Guerra da Água em Cochabamba, Bolívia: desmistificando os conflitos por água à luz da geopolítica [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8136/tde-08022011-153835/
    • Vancouver

      Pfrimer MH, Martin AR. A Guerra da Água em Cochabamba, Bolívia: desmistificando os conflitos por água à luz da geopolítica [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8136/tde-08022011-153835/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021