Exportar registro bibliográfico

Avaliação do potencial genotóxico e cancerígeno do lodo de estação de tratamento de esgoto (LETE) em sistemas experimentais in vivo (2009)

  • Authors:
  • Autor USP: SILVA, PAULA REGINA PEREIRA - FM
  • Unidade: FM
  • Sigla do Departamento: MPT
  • Subjects: ÁGUAS RESIDUÁRIAS; NITROSO; TESTES DE MUTAGENICIDADE; TESTES DE CARCINOGENECIDADE; RATOS; CAMUNDONGOS
  • Language: Português
  • Abstract: A rápida oxidação da matéria orgânica dos solos tropicais é mais uma evidência da grande vantagem do uso de biossólidos como condicionadores, capazes de melhorar as características físicas, químicas e biológicas do solo com grandes reflexos na produtividade agrícola. Portanto, o presente projeto objetivou averiguar o potencial genotóxico e cancerígeno dos lotes do Lodo de Estação de Tratamento de Esgoto (LETE) gerado em uma ETE prédefinida na região da bacia hidrográfica Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ1). Estes dados poderão fornecer subsídios para a avaliação do risco das populações humanas e o meio ambiente expostas ao LETE. Foram utilizados 140 ratos Wistar machos com 8 semanas de idade, expostos, via ração, a concentrações de 10.000 e 50.000ppm de LETE, durante 6 e 8 semanas, com os iniciadores DEN (N-dietilnitrosamina) e DMH (1,2- dimetilhidrazina), conforme citado nos respectivos protocolos (Figuras 4 e 5). A avaliação toxicológica do lodo de esgoto desenvolvida pelo Núcleo de Avaliação do Impacto Ambiental Sobre a Saúde Humana (TOXICAM), enfocou os parâmetros toxicológicos, como seu potencial genotóxico, pelos testes do cometa e micronúcleo em sangue periférico e medula óssea e carcinogenicidade pelos ensaios de FCA e FHA. Os dois ensaios foram divididos em 4 grupos (FCA- GI=Controle Negativo, GII=Controle Positivo/DMH III=10.000ppmLETE e GIV=50.000ppmLETE); (FHAGI= Controle Negativo, GII=Controle Positivo/DEN, GIII=10.000ppmLETE e GIV=50.000ppmLETE). Entretanto, na 3ª semana foi realizada hepatectomia parcial em todos os animais dos respectivos grupos do ensaio de FHA. No teste do cometa foram utilizados 10 animais como controle positivo (controle interno - MNU-N-metil-N-nitrosourea), e 10 animais como controle negativo nos respectivos ensaios (FCA e FHA). Os testes em questão indicaram que o LETE não promove aumento do número de criptas (Continua)(Continuação) aberrantes no cólon, número e área de focos de hepatócitos alterados no fígado, lesões no DNA (cometa), e também, não houve aumento de forma significativa a frequência de micronúcleo nas células, conforme as tabelas a seguir: 2.1(G=III e IV); 3.1(G=IV); 4(G=,III e IV); 5(G=III,IV e V); 6(G=III,IV e V); 7(G=IV e V). Em relação ao controle positivo. Estes dados poderão fornecer suporte na avaliação de risco da população humana e o meio ambiente, quando expostos ao lodo de estação de tratamento de esgoto.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 14.08.2009
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA, Paula Regina Pereira; CAMARGO, Joao Lauro Viana de; SALDIVA, Paulo Hilário Nascimento. Avaliação do potencial genotóxico e cancerígeno do lodo de estação de tratamento de esgoto (LETE) em sistemas experimentais in vivo. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5144/tde-13012011-151628/ >.
    • APA

      Silva, P. R. P., Camargo, J. L. V. de, & Saldiva, P. H. N. (2009). Avaliação do potencial genotóxico e cancerígeno do lodo de estação de tratamento de esgoto (LETE) em sistemas experimentais in vivo. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5144/tde-13012011-151628/
    • NLM

      Silva PRP, Camargo JLV de, Saldiva PHN. Avaliação do potencial genotóxico e cancerígeno do lodo de estação de tratamento de esgoto (LETE) em sistemas experimentais in vivo [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5144/tde-13012011-151628/
    • Vancouver

      Silva PRP, Camargo JLV de, Saldiva PHN. Avaliação do potencial genotóxico e cancerígeno do lodo de estação de tratamento de esgoto (LETE) em sistemas experimentais in vivo [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5144/tde-13012011-151628/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021