Exportar registro bibliográfico

Avaliação da eficácia da ultrassonografia no primeiro trimestre gestacional para detecção de artéria umbilical única (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: LAMBERTY, CLARISSA OLIVEIRA - FM
  • Unidade: FM
  • Sigla do Departamento: MOG
  • Subjects: ARTÉRIAS; CORDÃO UMBILICAL; ULTRASSONOGRAFIA PRÉ-NATAL; GRAVIDEZ
  • Language: Português
  • Abstract: Objetivo: Calcular os valores preditivos da ultrassonografia de primeiro trimestre gestacional para a detecção da artéria umbilical única. Avaliar a relação dos marcadores ultrassonográficos de cromossomopatias do primeiro trimestre (translucência nucal, osso nasal e ducto venoso), além da idade gestacional do exame, CCN, sexo fetal, medida da bexiga fetal, alterações de morfologia e IMC da gestante, com a acurácia do diagnóstico no primeiro trimestre. Métodos: Estudo longitudinal prospectivo envolvendo 1.564 gestantes, que foram submetidas à ultrassonografia com avaliação do cordão umbilical entre 11 e 13 semanas e 6 dias, no período de novembro de 2007 a setembro de 2009. Posteriormente, realizaram a avaliação do cordão umbilical em ultrassonografia realizada no segundo ou terceiro trimestres. Foi verificada a concordância do diagnóstico de AUU no primeiro trimestre com o diagnóstico no segundo trimestre, calculando-se o coeficiente Kappa. Os testes qui-quadrado e exato de Fisher foram utilizados para verificar a existência de associação entre a acurácia da ultrassonografia de primeiro trimestre e as variáveis da ultrassonografia e da gestante (translucência nucal, osso nasal, ducto venoso, idade gestacional do exame, CCN, sexo fetal, medida da bexiga fetal, alterações de morfologia e IMC da gestante). Resultados: A concordância dos diagnósticos de AUU no primeiro e segundo trimestres foi moderada (Kappa = 0,609), sendo que a sensibilidade da ultrassonografia de primeiro trimestre em relação à ultrassonografia de segundo trimestre foi de 76%, a especificidade foi de 99%, o valor preditivo positivo foi de 51,6% e o valor preditivo negativo foi de 99,6%. A acurácia foi de 98,7%. Dentre as variáveis analisadas, que poderiam ter influenciado na acurácia da ultrassonografia de primeiro trimestre na detecção de AUU, a única que se mostrou estatisticamente (Continua)(Continuação) significante foi o sexo fetal. Conclusão: A sensibilidade da ultrassonografia de primeiro trimestre na detecção da AUU é de 76%, o que é menor do que a observada no segundo ou terceiro trimestres.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 01.12.2010
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LAMBERTY, Clarissa Oliveira; CARVALHO, Mário Henrique Burlacchini de. Avaliação da eficácia da ultrassonografia no primeiro trimestre gestacional para detecção de artéria umbilical única. 2010.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5139/tde-21122010-121420/ >.
    • APA

      Lamberty, C. O., & Carvalho, M. H. B. de. (2010). Avaliação da eficácia da ultrassonografia no primeiro trimestre gestacional para detecção de artéria umbilical única. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5139/tde-21122010-121420/
    • NLM

      Lamberty CO, Carvalho MHB de. Avaliação da eficácia da ultrassonografia no primeiro trimestre gestacional para detecção de artéria umbilical única [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5139/tde-21122010-121420/
    • Vancouver

      Lamberty CO, Carvalho MHB de. Avaliação da eficácia da ultrassonografia no primeiro trimestre gestacional para detecção de artéria umbilical única [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5139/tde-21122010-121420/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021