Exportar registro bibliográfico

Funcionalização de microtopografia de titânio com peptídeo sintético de colágeno I (P-15): efeitos sobre o desenvolvimento do fenótipo do osteogênico in vitro (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: PEREIRA, KARINA KIMIKO YAMASHINA - FORP
  • Unidade: FORP
  • Sigla do Departamento: 806
  • Subjects: BIOMATERIAIS; TITÂNIO; TOPOGRAFIA; PEPTÍDEOS; OSTEOBLASTO
  • Language: Português
  • Abstract: Os eventos celulares e extracelulares que ocorrem durante o processo de osseointegração do titânio (Ti) são influenciados pelas propriedades físicas e químicas de sua superfície. Modificações bioquímicas de topografias complexas de Ti permitem o desenvolvimento de novas superfícies de implantes funcionalizadas com moléculas bioativas, visando a promover a osteogênese de contato e a osseointegração. O objetivo do presente estudo foi avaliar os efeitos, sobre a osteogênese in vitro, da funcionalização de microtopografia de Ti com concentrações distintas de peptídeo sintético análogo a uma sequência de aminoácidos do colágeno tipo 1, relacionada a adesão e diferenciação celulares. Células osteogênicas primárias derivadas de calvárias de ratos foram plaqueadas sobre superfícies de Ti: 1) usinada e lixada (Usinado); 2) com microtopografia (Plus); 3) Plus com recobrimento de hidroxiapatita (Plus+HA); 4) Plus+HA, com baixa concentração de P-15 (P-15 low); 5) Plus+HA, com alta concentração de P-15 (P-15 high). Por períodos de até 21 dias, foram avaliados: morfologia celular e estágios de adesão e espraiamento celulares; viabilidade celular, proporção de células no ciclo celular e número total de células; imunolocalização de proteínas da matriz extracelular não-colágena; expressão de marcadores do fenótipo osteoblástico por reação em cadeia da polimerase em tempo real (Real-time PCR); atividade de fosfatase alcalina (ALP); proporção de células em apoptose e formação de matriz mineralizada. Avaliaram-se, também, os aspectos topográficos das superfícies, por microscopia eletrônica de varredura (MEV) de alta resolução, e o molhamento de superfície, pelo método da gota séssil. As superfícies Plus modificadas apresentavam camada superficial constituída por agregados de material acicular, os quais eram menos evidentes em P-15 high. Todas as superfícieseram hidrofóbicas, sendo que a funcionalização com P-15 proporcionava tendência à hidrofilicidade em equilíbrio. Após 4 h, observou-se que as superfícies com microtopografia apresentavam menor proporção de células nos estágios 3 e 4 de espraiamento quando comparadas com o Usinado (p<0,05). A viabilidade celular por MTT demonstrou valores maiores para as superfícies Plus modificadas aos 3 dias (p<0,05). Em 1 dia, acúmulos extracelulares de osteopontina (OPN) foram evidentes apenas sobre Plus+HA, P-15 low e P-15 high, com maior extensão em 3 dias. Em 7 dias, áreas imunomarcadas para sialoproteína óssea (BSP) eram menos extensas sobre Plus e Plus+HA. Para os grupos com microtopografia, foram observados valores de RNAm: menores para RUNX2 em 7 dias em comparação ao Usinado; para fosfatase alcalina (ALP), maiores em 10 se comparados a 7 dias; menores para BSP e maiores para OPN em 7 e 10 dias, quando comparados ao Usinado. Em 10 dias, observou-se redução Dignificante (p<0,05) na atividade de ALP nas superfícies com microtopografia em comparação ao Usinado. Aos 14 dias, formações nodulares típicas de matriz mineralizada, marcadas para BSP em sua periferia, foram observadas apenas nos grupos Usinado e Plus. No entanto, a quantificação do vermelho de Alizarina (ARS) revelou valores maiores para as culturas sobre superfícies Plus modificadas em 14 e 21 dias (p<0,05). Concluiu-se que a microtopografia de Ti Plus, nanoestruturada com HA para funcionalização de P-15, altera o processo de aquisição do fenótipo osteogênico in vitro, resultando no aumento da formação de matriz calcificado, em padrão predominantemente diferente ao de típicas formações nodulares observadas sobre superfícies planas na microescala
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.07.2010
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PEREIRA, Karina Kimiko Yamashina; OLIVEIRA, Paulo Tambasco. Funcionalização de microtopografia de titânio com peptídeo sintético de colágeno I (P-15): efeitos sobre o desenvolvimento do fenótipo do osteogênico in vitro. 2010.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58132/tde-13082010-083510/?&lang=pt-br >.
    • APA

      Pereira, K. K. Y., & Oliveira, P. T. (2010). Funcionalização de microtopografia de titânio com peptídeo sintético de colágeno I (P-15): efeitos sobre o desenvolvimento do fenótipo do osteogênico in vitro. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58132/tde-13082010-083510/?&lang=pt-br
    • NLM

      Pereira KKY, Oliveira PT. Funcionalização de microtopografia de titânio com peptídeo sintético de colágeno I (P-15): efeitos sobre o desenvolvimento do fenótipo do osteogênico in vitro [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58132/tde-13082010-083510/?&lang=pt-br
    • Vancouver

      Pereira KKY, Oliveira PT. Funcionalização de microtopografia de titânio com peptídeo sintético de colágeno I (P-15): efeitos sobre o desenvolvimento do fenótipo do osteogênico in vitro [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58132/tde-13082010-083510/?&lang=pt-br

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021