Exportar registro bibliográfico

Análise tridimensional comparativa de reabilitações para a região posterior da mandíbula, por meio do Método de Elementos Finitos (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: VASCO, MARCO ANTONIO AMORIM - FORP
  • Unidade: FORP
  • Sigla do Departamento: 805
  • Subjects: IMPLANTES DENTÁRIOS; REABILITAÇÃO
  • Language: Português
  • Abstract: A reabilitação da região posterior da mandíbula com implantes dentários é complexa, especialmente em casos de reabsorção óssea moderada a severo. Embora existam diversas possibilidades de tratamento para essa região, os implantes curtos e a lateralização tem se destacado como alternativas viáveis e de menor tempo de tratamento. O objetivo deste trabalho foi avaliar, comparativamente, o risco mecânico dos dois tratamentos mencionados, com especial atenção ao risco de perda óssea e de fratura do parafuso. Para tanto, foram processadas tomografias de mandíbulas e realizada engenharia reversa de implantes e componentes proféticos para reconstrução de modelos tridimensionais, a fim de simular o comportamento biomecânico de próteses parciais fixas de três elementos, suportadas por dois implantes, utilizando simulações com o Método dos Elementos Finitos. Os modelos de implantes utilizados foram baseados nos implantes MK 111 (Nobel Biocare), com 5 e 4 mm de diâmetro por 7 de comprimento, representando implantes curtos, e com 4 e 3.75 mm de diâmetro por 15 de comprimento, representando implantes sob tratamento de lateralização do nervo alveolar inferior. Modelos distintos foram confeccionados para representar implantes tratados em um estágio (carga imediata) e dois estágios (implantes osseointegrados). Todos os modelos receberam simulação prévia de pré-tensão, referente a tensão gerada pelo torque do parafuso. Um padrão de carga oclusal axial e outro com carga oclusal oblíqua em 45% foram simulados, resultando em 16 diferentes simulações. A análise dos resultados revelou que o risco mecânico para perda óssea na região periimplantar, quando analisados implantes colocados em dois estágios, é maior para tratamentos com implantes curtos. Entretanto, para implantes colocados em um estágio, o maior risco de perda óssea foi para os implantes colocados com lateralização do nervoalveolar inferior. Quanto aos resultados dos parafusos, embora não se observou claras tendências quando simuladas cargas axiais, sob cargas oblíquas, os implantes de maior diâmetro e menor comprimento tiveram o menor risco à fratura do parafuso
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 05.11.2010
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      VASCO, Marco Antonio Amorim; BEZZON, Osvaldo Luiz. Análise tridimensional comparativa de reabilitações para a região posterior da mandíbula, por meio do Método de Elementos Finitos. 2010.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58131/tde-11112010-144222/?&lang=pt-br >.
    • APA

      Vasco, M. A. A., & Bezzon, O. L. (2010). Análise tridimensional comparativa de reabilitações para a região posterior da mandíbula, por meio do Método de Elementos Finitos. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58131/tde-11112010-144222/?&lang=pt-br
    • NLM

      Vasco MAA, Bezzon OL. Análise tridimensional comparativa de reabilitações para a região posterior da mandíbula, por meio do Método de Elementos Finitos [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58131/tde-11112010-144222/?&lang=pt-br
    • Vancouver

      Vasco MAA, Bezzon OL. Análise tridimensional comparativa de reabilitações para a região posterior da mandíbula, por meio do Método de Elementos Finitos [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58131/tde-11112010-144222/?&lang=pt-br


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021