Exportar registro bibliográfico

Desenvolvimento e validação de metodologia para análise de cocaína, derivados e metabólitos em amostras de mecônio utilizando a Cromatografia em fase Gasosa acoplada à Espectrometria de Massas (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: ALVES, MARCELA NOGUEIRA RABELO - FCFRP
  • Unidade: FCFRP
  • Sigla do Departamento: S/D
  • Subjects: COCAÍNA (DESENVOLVIMENTO;METODOLOGIA;ANÁLISE); CROMATOGRAFIA A GÁS; ESPECTROMETRIA DE MASSAS
  • Language: Português
  • Abstract: O consumo de cocaína e crack no Brasil é um problema de saúde pública, ainda mais grave quando realizado por gestantes, que colocam em risco a sua vida e a do feto. A identificação dessas substâncias através de cromatografia gasosa acoplada à espectrometria de massas e utilizando como matriz biológica o mecônio, é uma técnica eficiente para detecção da exposição fetal à cocaína. O mecônio apresenta algumas vantagens em relação às outras matrizes biológicas como uma ampla janela de detecção dos analitos e de fácil coleta por ser não-invasiva. Diante disso, o objetivo do presente estudo foi desenvolver e validar uma metodologia de preparo do mecônio para identificação de cocaína, benzoilecgonina, cocaetileno e o éster metilanidroecgonina em seus extratos, usando a cromatografia gasosa acoplada a espectrometria de massas (CG-EM). Os analitos foram inicialmente extraídos com metanol, sendo posteriormente, purificados usando cartuchos de extração em fase sólida do tipo Bond Elut Certify I. A determinação desses analitos foi realizada usando um CG-EM do tipo íon trap, no modo full scan de detecção. O método foi validado, segundo critérios estabelecidos pela ANVISA, na faixa de linearidade de 20 a 1000 ng/g para a cocaína e o cocaetileno; 40 a 1500 ng/g para a benzoilecgonina e 60 a 1500 ng/g para o éster metilanidroecgonina, usando 0,5 g de mecônio por análise. A resposta do detector apresentou-se linear na faixa estudada e o limite de detecção encontrado foi de 10ng/g para a cocaína; 20ng/g para o cocaetileno; 30ng/g para a benzoilecgonina e 40 ng/g para o éster metilanidroecgonina. O coeficiente de variação intra-ensaio variou de 3,01% a 10,15% e o inter-ensaio variou entre 5,31% a 11,12%; a exatidão variou entre 91,47% e 105,31%. A recuperação encontrada foi superior a 56,30%. A especificidade foi determinada para os seguintes interferentes: AAS (ácidoacetilsalicílico), alprazolam, anfetamina, cafeína, dipirona, efedrina, fenilefrina, fluoxetina, metoclopramida, nicotina, sulfato ferroso e THC (tetraidrocanabinol). Após o término da validação, o método foi aplicado em amostras de mecônio coletadas de recém-nascidos no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (HCFMRP USP). A coleta destas amostras foi realizada após a autorização das mães em participarem da pesquisa, através da assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido, e após preencherem um questionário sobre consumo de drogas. O método desenvolvido e validado mostrou ser eficiente na identificação de cocaína, metabólitos e derivados em mecônio
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.10.2010
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ALVES, Marcela Nogueira Rabelo; MARTINIS, Bruno Spinosa de. Desenvolvimento e validação de metodologia para análise de cocaína, derivados e metabólitos em amostras de mecônio utilizando a Cromatografia em fase Gasosa acoplada à Espectrometria de Massas. 2010.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/60/60134/tde-24112010-095250/ >.
    • APA

      Alves, M. N. R., & Martinis, B. S. de. (2010). Desenvolvimento e validação de metodologia para análise de cocaína, derivados e metabólitos em amostras de mecônio utilizando a Cromatografia em fase Gasosa acoplada à Espectrometria de Massas. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/60/60134/tde-24112010-095250/
    • NLM

      Alves MNR, Martinis BS de. Desenvolvimento e validação de metodologia para análise de cocaína, derivados e metabólitos em amostras de mecônio utilizando a Cromatografia em fase Gasosa acoplada à Espectrometria de Massas [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/60/60134/tde-24112010-095250/
    • Vancouver

      Alves MNR, Martinis BS de. Desenvolvimento e validação de metodologia para análise de cocaína, derivados e metabólitos em amostras de mecônio utilizando a Cromatografia em fase Gasosa acoplada à Espectrometria de Massas [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/60/60134/tde-24112010-095250/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021