Exportar registro bibliográfico

Leveduras isoladas de pacientes internados em Hospital Universitário da cidade de Taubaté - SP (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: CROSARIOL, SONIA KHOURI - ICB
  • Unidade: ICB
  • Sigla do Departamento: BMM
  • Subjects: CANDIDA; FUNGOS (CARACTERÍSTICAS); EPIDEMIOLOGIA; INFECÇÃO HOSPITALAR; LEVEDURAS
  • Language: Português
  • Abstract: Nos últimos anos, têm ocorrido um aumento considerável das infecções fúngicas em ambiente hospitalar. As estimativas da incidência das infecções causadas por fungos não correspondem à realidade, devido às dificuldades diagnósticas destes microrganismos. Embora as infeções fúngicas, principalmente leveduras do gênero Candida, estejam ganhando importância nos pacientes hospitalizados, a grande maioria das instituições ainda não está preparada para o diagnóstico destes episódios. O presente trabalho teve como objetivo realizar um estudo epidemiológico, determinando a ocorrência leveduras isoladas de diversos materiais, de diferentes setores em pacientes internados de um Hospital Universitário da região do Vale do Paraíba-SP. Neste estudo foram isoladas 55 cepas de leveduras das 558 amostras analisadas, no período de fevereiro a agosto de 2002. O gênero Candida ocupou a 2ª posição (9,85%) em relação aos 10 microrganismos mais isolados em amostras positivas com suspeita clínica de infecção hospitalar. Das amostras positivas para leveduras, a espécie mais freqüente foi C.albicans com 40,0 %, seguida de C. tropicalis com 25,5%, C.parapsilosis com 23,6%, C.glabrata com 9,1% e C. norvagensis com 1,8%. A clínica médica foi o setor que apresentou maior número de amostras positivas para leveduras (63,6%), seguido por UTI neonatal ( 20,0%) e UTI adulto ( 16,4%).Dentre os espécimes clínicos analisados, as secreções ( 47,3%), de um modo geral, foram os que apresentaram maior número de amostras positivas para leveduras, em 2º lugar ponta de sonda ( 29,1%) e em 3º lugar sangue( 12,7%), com predomínio de C. albicans. Dos 38 pacientes que apresentaram cultura positiva para leveduras do gênero Candida, 26 casos de colonização foram identificados (68,4%) e 22 casos foram classificados como casos de infecção hospitalar ( 57,8%), onde50% destes casos de pacientes foram a óbito . Os resultados obtidos demonstram a importância da identificação correta dos episódios de infecção, na caracterização do perfil epidemiológico,auxiliando assim, no diagnóstico e terapêutica destes agentes emergentes
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.09.2010
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      KHOURI, Sonia; PAULA, Claudete Rodrigues de. Leveduras isoladas de pacientes internados em Hospital Universitário da cidade de Taubaté - SP. 2010.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/42/42132/tde-16122010-161037/?&lang=pt-br >.
    • APA

      Khouri, S., & Paula, C. R. de. (2010). Leveduras isoladas de pacientes internados em Hospital Universitário da cidade de Taubaté - SP. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/42/42132/tde-16122010-161037/?&lang=pt-br
    • NLM

      Khouri S, Paula CR de. Leveduras isoladas de pacientes internados em Hospital Universitário da cidade de Taubaté - SP [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/42/42132/tde-16122010-161037/?&lang=pt-br
    • Vancouver

      Khouri S, Paula CR de. Leveduras isoladas de pacientes internados em Hospital Universitário da cidade de Taubaté - SP [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/42/42132/tde-16122010-161037/?&lang=pt-br

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021